sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Há dias assim


Preciso de me isolar o mundo, de abafar barulho... de me despir e mergulhar no mar até deixar de ter sensação no meu corpo e a minha alma ficar em silêncio absoluto!
Há dia assim difíceis, dolorosos, que nos deixam dormentes, sem saber o que fazer ou o que pensar. Que nos fazem sentir impotentes, estupidamente impotentes.
Apetece-me fingir, mascarar-me de menina indefesa, carente que precisa de ajuda, pode ser que assim as pessoas se apercebam que também sangro... que também choro e que quando o faço, acontece em maior escala com maior dor e agonia.
É isso… há dias assim… pode ser que amanha seja melhor!
Ou não que seja pior… mas que eu tenha mais força para aguentar.
Estou cansada de ser testes e de ser testada, que explorem os meus pontos fracos e que quando o fazem que se riam e digam afinal também os tens! Claro que tenho mais se calhar que muita merda de gente que anda por aí só os sei é esconder melhor.
É isso se calhar há mesmo dias assim, só que como os tenho tido em maior escala tenho menos paciência para eles!
Preciso de silêncio… estou farta de paz ou de guerra de momentos calmos e turbulentos… o que eu preciso mesmo é de silêncio daqueles que se sentem de tal maneira que é como se nos gritassem ao ouvido… E preciso de mais uma coisa que deixem de pensar que sou de ferro, que não sofro que não me aleijo que não me dói… Sou apenas alguém que quer ser esquecida por uns breves instantes, anónima num mundo que deixou de ser meu! Que desconheço.
É há dias assim… amanha como já dizia o poeta será sempre a véspera deste dia.

4 comentários:

M. disse...

Em francês: cafard; em inglês: blue...

Em português? desilusão?

Utena disse...

Em paulês M é mais cansaço!...
É mais por ai

Mega disse...

Acrescentaria, os dias em que temos vontade de estar apenas connosco para atingirmos o nosso equilibrio.
Beijo equilibrado

Utena disse...

Sem duvida Mega!
Há de facto dias assim