sábado, 2 de julho de 2011

Já tentaram banir a palavra impossível da vossa vida?

Fases houve na minha vida em que eu não tinha total confiança nas minhas capacidades, a Utena forte e de resposta pronta sempre existiu, mas nessa altura onde as incertezas do que era capaz de ser ou de fazer, os medos de falhar, de não conseguir concretizar o que me proponha emergiam muitas vezes e tinham que ser mantidos escondidos debaixo de uma capa muito bem-feita e convenientemente vestida.
Hoje confesso que pouca coisa me mete medo ou me faz ter dúvidas que a consiga alcançar, claro que as coisas não se aprendem sem esforço ou vontade e querendo nós ou não temos de ter nascido como dizia a minha avô “com o cú” para a lua, para conseguir ser bem sucedido em tudo que metemos as “ganfias”, mas acredito que com mais esforço… mais empenho e com estudo e vontade todos conseguimos fazer as coisas.
Está certo, alguns não têm mesmo jeitinho para umas coisas, outros conseguem desenrascar-se bem e outros têm a tendência natural para o conseguir mas aprendi que a frase “é impossível conseguir” ou “eu não consigo fazer” não existe, ou não deveria existir, nem no meu nem no vocabulário de ninguém.
Sempre me fez muita impressão lidar com pessoas que á primeira dificuldade assumem logo uma postura de eu não consigo e nem se quer tentam ir mais longe e aprofundar os seus conhecimentos… aliás se por um lado saber nunca ocupou lugar, por outro saber apenas nos pode ajudar no nosso mundo laboral bem como no pessoal.
Sei claro que isso é algo que depende de personalidade para personalidade mas a mim nada me dá mais prazer do que manter a minha mente constantemente activa em desafios, diversamente desafiada.
E de todos os desafios que possam aparecer nenhum me dá mais prazer que me manter em constante competição comigo mesma… talvez por isso seja sempre um alvo a abater em todos os trabalhos onde entre, pois a minha vontade de saber, a minha ânsia de me manter motivada é tanta que dou a nunca me sentir plenamente satisfeita até saber tudo que se passa no local… o que cada um faz e como o faz.
E quando digo tudo… é mesmo tudo… desde do serviço de limpeza, passando pela recepcionista terminando no patrão. E não porque queira usurpar o lugar de alguém… mas porque tendo conhecimento de como funciona a máquina saberei como organizar o meu trabalho de forma a facilitar a minha e a vida de quem comigo trabalha.
E sabendo eu que poucas são as pessoas dispostas a ensinar quem quer aprender, por medo de passar informação ou por puro egoísmo, não consigo ficar indiferente quando encontro alguém disposto a faze-lo e não é aproveitado… assim como quando esse alguém, sou eu e não encontro quem esteja disponível a aceitar.
Sim eu sei que sou uma constante insatisfeita sempre em busca de motivação ou de algo a aprender, mas não imagino a minha vida monótona e linear… sem picos de adrenalina ou sem puzzles que requeiram a minha total e completa dedicação e atenção para que possam ser solucionados.
E tenho orgulho… sim eu sinto ou já senti os 7 pecados mortais… então olha processem-me se é caso disso… mas sinto sim orgulho de mim e das conquistas que tenho todos os dias… das mais pequenas as maiores… das mais fáceis as mais complicadas.
Orgulho do que fiz, do esforço que desprendi a estudar a forma como o fazer e de saber que independentemente da fonte onde fui buscar esse conhecimento o faço sempre da minha maneira deixando o meu cunho pessoal.
Orgulho de ter conseguido despir a capa que me prendia movimentos e evitava que eu conseguisse ir atrás das coisas com vontade e certeza de as conseguir fazer.
Não se iludam nada é fácil… não chegamos a um quebra-cabeças e resolvemos num abrir e fechar de olhos… isso é utópico, mesmo sendo as utopias maravilhosas fantasias a serem desejadas… não nada é fácil e tudo leva o seu tempo e o seu trabalho. Aliás ninguém escreve antes de falar… ninguém fala se não ouvir. Etapas que se saltam são inevitavelmente as causadoras dos fracassos…
Tudo deve ser seguido num plano de trabalho rígido e meticuloso… se assim não for ao deparamo-nos com um desafio igual a um já ultrapassado mas com roupagem diferente não o iremos saber solucionar a não ser que tenhamos aprendido e compreendido bem o anterior.
A beleza da vida é mesmo essa… se por um lado pouca coisa muda… por outro tudo se transforma!
Posto isto não posso deixar de sentir orgulho quando coloco aqui… no meu idealizado cantinho imagens do meu sonho… que por muito idealizado que tenha sido tem imenso trabalho por trás… muitas horas de sono perdidas… muito trabalho estudado e muito caminho ainda pela frente para que cada vez seja mais perfeito e único.
E se não servir de mais que sirva para lembrar a quem me lê e a mim que o escrevo que a palavra impossível é apenas algo que faz parte do dicionário mas que não deve ser usada… e que desistir é um passo a não ser nunca tomado sem antes se ter esgotado todas as hipóteses que conhecemos e as que desconhecemos…
Sonhar é tão fácil e bonito que não deve ser nunca perdido…. Mas o maior prazer de um sonho é ir atrás dele e concretiza-lo.
E falhas… falhanços… cabeçadas na parede… dias de desalento e vontade de desistir todos temos! O que fazer nessa altura?
Erguer a cabeça, respirar fundo e prosseguir caminho… inevitavelmente num curto ou demorado período de tempo… chegaremos lá!

14 comentários:

Ana Domingos disse...

Adoro ler o que escreves, a sério. este texto dá imensa força. Eu, infelizmente ainda não me consegui discilinar o suficiente para manter uma atitude de preserverança e de não desistir perante as adversidades, ou como dizes, desafios. Há alturas em que é complicado. Por exemplo, agora em altura de exames, que vão condicionar a minha entrada ou não no curso que quero, tenho dias que penso que vou conseguir e no dia a seguir posso ter um ataque de ansiedade ou pânico, não sei, com a maior das certezas que não consigo...

Mas tens toda a razão, sem dúvida. Se nos mentalizarmos que não conseguimos, então é isso que obteremos!

Utena disse...

Ana,

Alguém como tu que ama os animais e não tem vergonha nem pudor de o fazer só pode conseguir coisas grandes na vida… alimenta-te desse amor… da coragem que vês nos olhos deles perante qualquer adversidade.
Atrai para ti a força para conseguir trilhar o teu caminho… esforça-te todos os dias… abre a mente a todo o conhecimento… ou como diriam os egípcios a orelha que tens nas costas e vais ver que consegues.
Boa sorte nesta etapa, desejo do fundo do coração que consigas o que desejas.
Beijinho

Ana Domingos disse...

Obrigada pela força! Um beijinho

Anónimo disse...

Onde já eu li isto..

A mentalidade dos tempos que correm, é que quanto mais aprendes, mais te lixas, mais responsabilidades, mais tempo demoras a abandonar o teu trabalho, mas tempo dedicas ao que não é da tua área, mais motivos das para ser despedida, eu sei bem o que isso é, alem do meu trabalho, faço mais trezentos trabalhos que não me estão atribuídos, e eu vejo, que ninguém quer aprender, querem fazer aquilo apenas para o que são pagos, nada mais, tudo o resto dá trabalho, ficar bem visto e receber uma medalha de cortiça, estou fora, já não existe amor há camisola, existe única e apenas, eu faço isto e só isto e nada mais, e passa para cá a guita. Depois as pessoas queixam-se porque não lhes dão mais funções, que ninguém os quer ensinar, normal, quem se rejeita a tudo, que mais espera? Eu primeiro tenho de viver livre com a minha consciência, tudo o que venha por acréscimo, seja a medalha de cortiça seja o despedimento, não morro porque tento, poderei morrer um dia a tentar, tudo o resto, não me rala, se for despedido hoje, amanha tenho vaga em outro lado, propostas não me faltam, agora qual a razão, será por ser mau trabalhador, ou um bom líder e um bom aprendiz?

Utena disse...

Ana,

Sempre que precisares
Beijinho
=)

Utena disse...

Anónimo,

Sim é verdade, vivemos a pensar no fim de semana, no fim do mês... no dia das férias... quando temos pontes ou feriados...
Não quero nem uso, gosto de ser estimulada tenho prazer no aprender!
Quanto ao facto de seres mau trabalhador, bom aprendiz ou lider... diz-me tu como te sentes?
Do que te conheço aposto no lider aprendiz mas poderei estar errada...

Eva Gonçalves disse...

É verdade que imprimes muita auto-confiança no que escreves, e isso passa e dá força a quem te lê.. motiva e isso é muito bom. Eu por ex já não sou tanto assim... tenho muita falta de motivação para correr a trás dos meus sonhos... acho sempre inatingível .. e vou arranjando desculpas... :) mas reconheço que é só porque não as quero que chegue.. e não porque sejam mesmo impossíveis :)) Um beijinho e continua assim a inspirar quem te lê!!

CF disse...

Bom dia Utena

Devo dizer que essa tua montra está um espanto..gosto do teu gosto...lol
Esse vestido vaporoso seria óptimo para uma festa que tenho daqui a uns dias...lol
Quanto ao teu texto, poderia colocar um comentário no geral...mas vou particularizar. Contar-te-ei uma pequena estória, se me permites...
Uma das minhas gémeas, agora com 12 anos, qd pequena costumava manifestar a sua impossibilidade de atingir algumas coisas...
"-Oh mãe eu não consigo fazer isto ou aquilo...."
A minha atitude perante isto era sempre a mesma:
"- a mãe desconhece essa palavra e tu tb., não exiuste nada que tu não consigas fazer se não tentares...nunca digas que não consegues"
Acho que tantas vezes ouviu essa frase que hoje ela própria a diz às amigas ou à irmã em situações identicas. O interessante é que "entrou" de tal maneira que ela adquiriu uma auto-estima, importante para esta fase da sua vida...
A atitude é muito importante nestes contextos...:)
bjs e bom domingo

Utena disse...

Eva,

Antes de mais obrigada pelo elogio,
tento em cada coisa que faço colocar algo de mim tornando-me ao mesmo tempo mais forte.
Penso que sempre que pensarmos quando nos aproximamos de um desafio que por mais dificil que seja não é impossivel o conseguiremos alcançar.

Beijinho

Utena disse...

CF,

Antes de mais obrigada pelo elogio a montra... =)
Em segunda parabéns a ti pela atitude com a tua princesa, a tendencia das mães e proteger os seus pequenos facilitando-lhes a vida... tenho a certeza que vai ser uma lutadora =)
Beijinho

Anónimo disse...

" Girassois exuberantes sobre damas amarguradas"

Essa força, esse querer que te move de onde vem e para onde vai?

- de sonhos não concretizados, de corações partidos, de quereres agarrar a agua do mar.....

Não sei, mas fico curioso!!!

Utena disse...

Anónimo,

Em primeiro lugar obrigada pela visita...
Em segundo sabes que a curiosidade matou o gato? Mesmo quando ainda tem as 7 vidas?
O que me move é a capacidade de saber que os sonhos podem ser alcançados sempre que os desejamos e estamos dispostos a lutar por eles...
A curiosidade continua?
=)

Anónimo disse...

A vontade constante de aprender e saber aliada ao não te acomodares faz te ti a mulher decidida e destemida que és!! Um exemplo para mim em que alguns momentos da minha vida me deixei abater pelas dificuldades e obstáculos... continuei a lutar e a saber que um dia chegaria lá... e é assim que deve ser :-) um dia chegaremos lá, porque nós somos capazes de tudo aquilo a que nos decidirmos fazer... tento que o "não consigo" não faça parte dos meus dias :-)
Beijos
e mais uma vez obrigado por me deixares partilhar mais um belo texto, um pedacinho de ti.. tem sido um privilégio.
OlgaM

Utena disse...

Olga,

Eu é que agradeço fazeres parte do que sou e contribuíres para o que ainda posso ser.
As amizades são preciosas em todas as nossas etapas da vida e a tua não só o é como é rara!
Beijinhos