sábado, 10 de dezembro de 2011

Constatações



Começo seriamente a achar que “lá em cima” deve haver um departamento qualquer que tem como única finalidade dar-me cabo da cabeça.
E antes que comece aqui alguém a dizer que eu tenho a mania de ser importante, deixem que vos diga é caso recorrente e não só a mim mas a quase toda a gente.
Mas embora este cantinho seja de todos os que cá passam, é na verdade o local onde uma louca idealista desabafa as suas manias e distribuiu o seu veneno.
Por isso sim e voltando á vaca fria, existe certamente alguém “lá em cima” cujo segundo nome é Ironia.
Já pensaram que quando é tomada uma decisão na nossa vida surge sempre algo que nos faz pensar: “se calhar devia pensar melhor”…
Pensem lá se não é assim:
1.       Estamos á procura de trabalho (AKA para alguns emprego) e quando encontramos depois de semanas de desespero, recebemos de seguida inúmeras chamadas, ora para entrevistas, ora para preencher lugares.
2.       Estamos sozinhas/os  imenso tempo e nunca dão por nós… até arranjarmos alguém. Depois do nada passamos a ser a última Coca-Cola do deserto sem saber como nem porque.
3.       Decidimos seguir em frente… terminar uma ilusão e ela estoira-nos na cara com um sorriso.
E irreal como isso inevitavelmente acontece, numa ou noutra situação para nos deixar indecisos…pensativos… questionando se deveríamos ter tomado esta ou outra decisão.
E venha lá o mais pintado dizer que não questiona se a que tomou teria sido a correcta.
Hoje novamente para não fugir a regra lá veio a ironia de cima… devia ser o meu dia na rifa.
Recebo uma sms… da minha ilusão terminada a dizer:
Ø  Se olhares para a lua veras que tem lá um beijinho meu para ti…
E se a lua estava bonita, mesmo como gosto de a ver envolvida em nuvens… penetrando-as com a sua luz suave…
Se abalei? Claro que sim… se foi por muito tempo? Não… foi apenas o tempo de olhar para cima e ver a minha cúmplice no seu esplendor… e depois tornar a aconchegar o casaco enquanto ia para o carro, ligar o “bufarenho no quente” que hoje está um frio que não se pode… ligar o rádio e responder:
Ø  De facto está bonita. Obrigada e outro para ti.
Tão fácil que até a mim me surpreendeu… página virada…moving on.
Sim continuo sozinha… e sim continuo a achar que o amor não se encontra numa esquina mas a verdade é que também não se é feliz numa ilusão… elas são apenas a rampa principal para ela, só é necessário saber distinguir quando é que elas não entram na face onde não passam disso mesmo…ilusões.
Por isso podem “aí em cima” virar a ironia noutra direcção… que eu vou curtir a vida e manter as minhas decisões.
Yes i’m stubborn… and love it… deal with it or give up…
De uma forma ou de outra? Sou como sou e pelos menos what you see is what you get.
Namasté

10 comentários:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Utenamiga

Never mind. Sometimes it is necessary to wait. While there is life there is hope. And the hope is always the last to die.

He will come and make you happy, I am sure.

Prontos (sem s) éoke te quero - e posso - dizer. Com toda a sinceridade

Qjs

Utena disse...

Henrique,

E já é muito meu amigo querido.
Agradeço de coração

Beijinhos

FireHead disse...

E depois eu é que ando por aí a destroçar corações... You are on fire, ruivinha!!! And yes, stubborn too, just like me.

Gostei da analogia com a Coca-Cola. :)

100 Pretensões disse...

Realmente há aí pelo menos, uma ponta de ironia que penso, que acontece e muitas de nós,talvez para conseguirmos ver que "passamos no teste" :)**

TERESA SANTOS disse...

Utena,

Da simples ilusão não pode resultar algo de mais concreto?
Se a matas à partida, como sabes que não passaria disso mesmo, uma ilusão?
O pragmatismo em demasia mata o sonho!

Beijinho.

Utena disse...

Fire,

Eu sou uma santa... sabes disso

Utena disse...

100 Pretensões,

Sim verdade que sim... mas muitas vezes era evitável =)

Utena disse...

Teresa,

Como sei minha querida?
Mais de 7 anos de convivência com a ilusão em causa.

Beijinhos

Anónimo disse...

Sim, por vezes muito que nos custe, mais vale pormos um fim à ilusão, porque sabemos que por muito que tentemos não vai passar nunca disso mesmo!
Beijos e muita força,
OlgaM

Utena disse...

Sim e custa nós sabemos bem isso.

Beijinho