quarta-feira, 25 de abril de 2012

Depois de muito ponderar.... eis a minha opinião!


Ponderei…pensei…analisei!
Era para não escrever sobre a data, que mais não é que um dia de descanso no meio da semana para 99,99% dos que pregam a liberdade e os direitos que “nos trouxe” o 25 de Abril!
Passei já por um inúmero de blogues, com ideias a favor e contra…tenho a minha opinião!
A opinião de quem na data que a “revolução” se deu nem sequer pensava vir dar as caras a este mundo! A que criei veio do que li, do que ouvi e do que estudei … e ouvi muito das duas partes.
E compreendo e aceito as diferentes opiniões!
Sei das prisões e das torturas…da pouca liberdade de expressão (que ironicamente pergunto quando foi que na realidade a tivemos pois se antes uns eram proibidos de falar foram proibidos depois os outros. Aqui a lei da caça e da presa encaixa na perfeição), sei da política inteligente que se aplicou, da potência que nos tornamos… da defesa do que era nosso e que se perdeu pela teoria que o que vêm de fora é que está certo!
Sei das injustiças que havia…das restrições que se praticava… sei das invasões que se fizeram em seguida…dos roubos que houve por detrás da capa do fascismo!
Conheço quem enriqueceu a parte daquela que era supostamente a liberdade e igualdade para todos!
Sei dos vira-casacas que voltaram para defender o que supostamente abandonaram…porque enquanto uns mantinham os ideais e pagavam o preço outros viviam fora na sombra de quem lutava e que esqueceram quando sentaram o traseiro gordo na cadeira do poder.
Sei da merda que se fez no seguimento de uma revolução mal planeada… dos tachos que se obtiveram… das mentiras que se disseram… e que ainda hoje se mantém na boca daqueles que assumiram os cargos e os tachos de tal forma que nem com diluente se os arranca de lá!
Sei quem foi o verdadeiro Homem do 25 Abril e que se viu ignorado, esquecido… e a quem admiro pelo que era e pelo que se manteve um apoiante fiel das suas ideias.
Sou uma apaixonada pelo meu país, amante das suas paisagens… confiante nas poucas pessoas que ainda lutam pela sua dignidade…mas a verdade?
É que me envergonho pelos seus porta-voz e pelas ideias mesquinhas que de tantas vezes marteladas se infiltraram na cabeça das pessoas.
Me enoja os discursos de quem supostamente defensor dos direitos dos trabalhadores esqueceu os seus deveres para com eles….
Fico perplexa por ver que ainda se dá ouvidos à mesquinhez de quem deveria nesta altura estar num lar a passar o tempo ao em vez de dar entrevistas com frases tristes de quem não sabe sair do palco quando chega a sua vez!
Continuo a achar que se confundiu liberdade com pouca vergonha na cara e com abuso de confiança… continuo a ter em mente que a conta que se esta a pagar hoje em dia se deve as facturas que se passaram nesse suposto dia glorioso à 38 anos atrás quando um grupo de necrófilos resolveu que era altura de comerem uma parte do bolo e se aproveitaram da vontade ingénua de um povo que ansiava pela sua liberdade mas pouco sabia como fazer para a manter!
Hoje chove… para mim é apenas este país que lamenta aquilo que se tornou…
Mas isso?
Isso é apenas a minha opinião!
A ti Salgueiro Maia a minha vénia! Mas apenas a ti… aos restantes?
Desculpando a costela do norte que me assiste podem ir levar no bujão!

16 comentários:

Anónimo disse...

Dizes tantos disparates e dás tantos erros...estás a precisar de um 25 de Abril na tua literacia.

Utena disse...

Anónimo,

Sabe o que me interessam opiniões dos que se escondem por detrás do anonimato?
Faz alguma ideia?
A opinião é minha como bem disse no meu texto,e sem criticar as demais! Olhe aí esta uma coisa engraçada... meu texto...meu blog... não gosta? Não lê!
Mais uma coisa? Não andamos os dois na escola pois não? Então não me trate por tu... aqui neste canto quem tem direito a isso identifica-se!
Passar bem!

TERESA SANTOS disse...

Utena,

Partilho da tua revolta.
A revolução de Abril na sua génese (quero acreditar) tinha por finalidade um país mais desenvolvido, onde a Democracia imperasse. Só que à "sombra" da Democracia nem tudo foram "cravos"!
Até que? Até que chegámos a este beco sem saída.

Beijinho.

Pretty in Pink disse...

Mas que anónimos tão simpáticos óh Utena :)
Pois olha achei uma óptima opinião, cada um tem direito à sua, e eu até estou bastante de acordo com a tua :)

Beijinho*

Black Angel disse...

Como em tudona vida..prós e contras ;)

Gostei da pronuncia do Norte :)

Beijo revolucionário

Enigma disse...

Utena

gostei da tua resposta, brabo corto groso

beijinhos...

Martini Bianco disse...

Não poderia estar mais e acordo contigo, até digo mais, se o capitão Salgueiro Maia, o único valente daquela revolução soubesse no que este país se tornou, nunca teria orquestrado esta revolução, para depois virem os babosos como o Mario Soares que vivia à grande e à francesa em Paris, o pulha do Manuel Alegre que vivia à grande na Argelia e o grande filho da p... do Alvaro Cunhal que vivia em Moscovo, virem para cá, quais parasitas reivindicar a revolução.

Este 25 de Abril só serviu para nos enterrarmos e a prova é estarmos a ser governados pela troika e por Bruxelas. Um país outrora grandioso tornou-se numa marioneta dos estrangeiros.

PS. Essa de deixares esses "anónimos" comentarem é que deveria ser repensado. Nenhum anónimo anda na blogosfera com boas intenções e o que comentou acima foi um desses exemplos. Cobarde.

beijoca.

Utena disse...

Teresa,

Eu acredito que na mente de certos homens dos grandes pelo menos era com o intuito de as coisas moderam e da liberdade vir com consciência mas o problema? O problema é os papa tachos que sempre vêm agarrados as grandes idealistas.

Beijos

Utena disse...

Pretty,

Com os anónimos posso eu bem. Aliás admiro a coragem de se esconder por detrás do anonimato...

Beijos

Utena disse...

Black,

A costela está cá e não sai...

Beijos libertadores

Utena disse...

Enigma,

Yep that's me...
Quem não gostar tem bom remédio.

Beijos

Utena disse...

Martini,

Sempre admirei a história do Salgueiro um homem a sério como existem poucos.
Em relação aos anónimos tenho alguns que assim comentam e a quem não vou tirar essa liberdade por causa de idiotas.
Eu trato bem deles deixa lá. Só mostram aliás neste tipo de comentário o estilo de vermes que são.

Beijo

Álvaro Lins disse...

De volta. Quanto ao teu texto, tenho de o ler com atenção!
Bjo

Utena disse...

Álvaro,

O estares de volta já me deixa feliz.

Beijo

Anónimo disse...

Que anónimo simpático aquele primeiro a comentar...
tristeza... e a tratar-te por tu... às tantas é alguém conhecido, mas amei a tua resposta! Ah Mulher assim é que se fala :)
Gostei muito do teu texto Utena Maria :)
E a revolução para se chegar onde se chegou... um país sem direitos, quase todos vendido a preços de saldos, com tachos para alguns e miséria para muitos..... acho que era preciso outro 25 de abril...
bjss,
OlgaM

Utena disse...

Olga,

A minha opinião minha querida defendo-a e não a acho ofensiva para ninguém.
Quanto a doridos (por uma qualquer levada no bujão) temos pena.

Beijos