segunda-feira, 16 de abril de 2012

A ti lobo o meu obrigada pelos sorrisos que me dás...mesmo quando não sabes

Há muito tempo que deixei de sentir as coisas pelo que é certo... pelo que deve ser...porque sim não é definitivamente algo que me aqueça nem que me arrefeça tal como demasiadas justificações apenas me deixam de pé atrás.
Quando se sente não se justifica...vive-se!
Verdade que o mundo virtual é um mundo de realidades irreais, de falsas verdades, de desertos estéreis mascarados de Oásis...  mas as vezes, raras mas magnificas vezes no mundo virtual encontramos amigos fabulosos... companheiros loucos que nos fazem rir até gargalhar... abrir o coração quando nem nos apercebemos que a alma quer sair directa ao coração de quem está, sem ter obrigação, pronto para a receber e guardar num cantinho protegido e especial.
Com o lobo da minha vida é assim, sem porquês... sem explicações elaboradas ou teorias rebuscadas, que muitas vezes temos necessidade de ter.
Nunca falamos olho no olho... ou como gostamos de dizer focinho no focinho, é algo que ambos desejamos mas que não nos faz fricção (esta é para dizer com pronuncia do norte), quando tiver de ser será...
Ficamos meses sem falar e depois do nada um lembra-se de mandar ao outro uma lambidela (já que entre lobos é assim mesmo) e voltamos ao que éramos como se nos tivesses despedido na madrugada do dia anterior.
Em linguagem de loba tive uns dias que andei de orelha murcha e ele sentiu... a km de distancia sentiu e ligou para mim... e entre conversa banais, anedotas despropositadas... palavras sentidas lá me foi arrancando o que me entristecia a alma... e deixou-me exausta... mas sossegada! E isso não é algo que se sinta de ânimo leve... é algo que se cria quando as barreiras são quebradas sem se ter de justificar porque as deitamos abaixo.
Dormi bem nessa noite... mas na manhã seguinte tinha dele algo que Jorge Luís Borges escreveu mas que naquele momento era apenas meu... prenda valiosa de um amigo que me é querido não pelo aspecto que tem mas pelo que é... incontestavelmente valioso.
Divido com vocês... porque sim não será o motivo mas porque sinto que muitos se vão identificar nas palavras e porque gestos como este merecem ser homenageados... não é todos os dias que uma mensagem pela manhã me deixa um sorriso para o dia todo:
"Após um tempo,
Aprendemos a
diferença subtil
Entre segurar uma mão
e acorrentar uma alma.
E aprendemos que o
amor não significa deitar-se
E uma companhia não
significa segurança.
E começamos a aprender...
Que os beijos não são contractos
E os presentes não são promessas
E começamos a aceitar as derrotas
De cabeça levantada
e os olhos abertos.
Aprendemos a construir
Todos os caminhos de hoje,
Porque a terra amanha
é demasiado incerta
para planos,
E os futuros tem uma
forma de ficarem
pela metade.
E depois de um tempo
Aprendemos que se for demasiado,
Até o calorzinho do sol queima.
Assim, plantamos o
nosso próprio jardim
E decoramos a nossa
própria alma,
Em vez de esperarmos
que alguém nos traga flores.
E aprendemos que
realmente podemos aguentar,
Que somos realmente fortes,
Que valemos realmente a pena...
E aprendemos e aprendemos...
E em cada dia aprendemos:"
Obrigada meu lobo... pelas palavras... pelos sorrisos... pelos abraços virtuais... por seres quem és e como és!
I like you!

24 comentários:

Anónimo disse...

"(..) Assim, plantamos o
nosso próprio jardim
E decoramos a nossa
própria alma,
Em vez de esperarmos
que alguém nos traga flores.
E aprendemos que
realmente podemos aguentar,
Que somos realmente fortes,
Que valemos realmente a pena...
E aprendemos e aprendemos...
E em cada dia aprendemos:"
Tão verdade tão verdade!!!!!
E que bom que é recebermos palavras assim que fazem à alma, assim como as "lambidelas" de um lobo amigo que nos conforta quando precisamos e sem pedirmos!
beijinhos grandes lobinha e bem haja ao lobo que te aligeirou o que te ia na alma, minha mana linda!
OlgaM

Gadreel disse...

há pessoas que valem uma vida...estão sempre lá(onde ninguém está) e nunca pedem nada!

beijo

Sam Seaborn disse...

“demasiadas justificações apenas me deixam de pé atrás”
“amigo que me é querido não pelo aspecto que tem mas pelo que é... incontestavelmente valioso.”
Gosto “porque sim”
Por vezes a escrita torna tudo muito mais fácil, Bjos.

Utena disse...

Olga,

São amigos assim que nos fazem ver que vale a pena dar de nós.
Amigos como tu...

Beijinhos

Utena disse...

Gadreel,

E são os que nos mostram o que realmente é a amizade.

Beijos

Utena disse...

Sam,

Obrigada...
Por passares por cá e por me leres.

Beijos

NI disse...

Acabaste de descrever a relação que tenho com um grande amigo e do qual falo no post que coloquei hoje. A única diferença é que já tivemos oportunidade de nos conhecermos pessoalmente.

Nota - O texto de Luís Borges, que já conhecia, é simplesmente belo.

:)

Beijo

Pretty in Pink disse...

E que bom que é termos pessoas assim na nossa vida :)

Beijinho*

António Branco disse...

acho que com o passar do tempo se torna mais difícil fazer amigos. pelo que quando surgem e conseguem iluminar o que é a sombra da desconfiança, tornam o nosso caminho mais alegre e esperançoso, o que as palavras que nos trazes conseguem bem transmitir. bem ajam esses amigos. até porque são raros.

AC disse...

Também tenho alguns amigos virtuais com quem nunca cruzei o olhar, mas que me lêem nas entrelinhas e confortam à distância.
É bom teres um amigo tão especial, que te compreende, e conforta quando precisas, os amigos são assim, e sempre unicos:)

Anónimo disse...

Fortíssimo.



http://my-skin-and-under.blogspot.pt/

Utena disse...

Ni,

Não está posto de lado esse encontro apenas não se proporcionou por inúmeros motivos mas isso não fez que resfriasse a amizade. Penso que pelo contrário.

Beijo

Utena disse...

Pretty,

Sentimos-nos merecedores de um bem desses é algo que não se quantifica.

Beijos

Utena disse...

António,

São sim e por isso devem ser mimados e amados porque o amor tem essa infinita capacidade de ser polivalente. =)

Beijo

Utena disse...

AC,

Sim a verdade é que de onde menos contas eles aparecem e dão-te o alento que precisas e que quem está do lado nem nota.

Beijos

Utena disse...

Skin,

Obrigada pela passagem...
É apenas o que sinto.

Volta sempre

LL disse...

Algumas pessoas estão sempre connosco...Beijos!

Lu! disse...

É tão bom quando encontramos pessoas assim... Que nos enchem a alma mesmo que seja através de um ecrã... A sério é fantástico ainda haver pessoas com bom coração :)

Beijinhos

Utena disse...

LL,

Sim estão... mesmo quando pouco falamos...

Beijos

Utena disse...

Lu!,

E nestas alturas que eu ainda acredito nas pessoas...
E sabe sempre tão bem um pouco de fé na humanidade....

Beijinhos

Anónimo disse...

Namaste!!
Só eu sei porque não fico em casa...!!!
Deixo-te novo mimo... um beijo/uivo!!


"Amar-te à distancia
de um pulo de um gato.
Envolver-te em lembranças lindas
como um cobertor de um bebé.
Olhar-te,
pestanas baixas,
derretida como chocolate quente,
servido em noite de temporal.
Rebolar na erva fresca,
debaixo do sol.
Deslizar em lençóis,
acabadinhos de passar a ferro.
Sentir o arrepio
de chapinar numa água gelada.
Morrer de paixão,
num sussurro
soprado morno,
nos braços do meu homem.
Pela Eternidade caminharás,
roçando o teu pelo
em mim.
Lobo meu."

(De Maria de São Pedro)


Dois lobos chegam para formar uma alcateia!? :-)

Utena disse...

Lobo da minha vida,

Sabes que as palavras para mim são oásis e as que temos trocado ao longo destes anos são uma frescura no intervalo da minha vida.
Se dois lobos chegam para uma alcateia não sei mas sei que um lobo mudou a minha vida.

Beijos

Anónimo disse...

Doce Loba,
Os meus olhos de Lobo faíscam...
não de fúria, nem de fome!!
Por tudo... por nada!!!
Decididamente por tudo... porque longos são os uivos!!!

Beijo-te/Uivo-te...!!!

Utena disse...

Lobo,

Longos sãos os uivos... grandes as partilhas

Beijos