quarta-feira, 29 de maio de 2013

Cansada...

Existem dias que deviam ser riscados do calendário, dias que nos fazem questionar se devemos ou não mantermos-nos no caminho que traçamos e que tão teimosamente percorremos.
Sei com a consciência que me invade a alma que amanhã irei encarar a vida com a mesma força... com a mesma confiança. Mas hoje, neste dia que chega ao fim apenas quero envolver-me num copo de vinho... encostar-me no sofá e esquecer o mundo lá fora.
Talvez seja o cinzento do dia que me envolve numa neblina fria e húmida, que me sufoca a alma e me estremece o pensamento... talvez seja o cansaço envolvente de quem luta todos os dias e a quem as forças faltam em momentos de desespero!
Acredito que já em certas alturas nem chorar sei... ou então pura e simplesmente me nego a deixar correr pela face lágrimas que iriam despertar o sufoco que acumulo e que vou escondendo até de mim.
A vida é assim vamos jogando no tabuleiro as peças que pudemos mover, tentando adivinhar a jogada de um adversário que não conhecemos mas que tentamos surpreender.
Irónico é saber que na vida o único momento certo que temos é a morte e que mesmo aí iremos ser surpreendidos pela sua chegada... por mais difícil que ela seja, a vida, nunca estamos preparados para abandonar o palco.
Por isso...por tudo... por nada... ou apenas porque independentemente do que sente e vê em mim quem me rodeia...hoje quero apenas ficar nas traseiras do teatro...deixar outros assumirem a peça... enquanto envolta no doce aroma de um copo de vinho, entre as familiares dobras da minha manta preferida e o acariciar do pelo do meu cão esqueço que o mundo existe!
Amanhã volto...hoje deixo que a neblina me envolva e me esconda!


12 comentários:

dom disse...

A vida por vezes é assim,como uma tábua de flandres, na qual somos meras peças...é um teatro em que temos por vezes multiplos papéis...
Este é um dia,apenas um dia...hão-de vir outros melhores, outros nem por isso...mas a isto chama-se viver...
Hoje vou-te esperar nas traseiras do teatro, levantar-te a cara e dizer que o papel é dificil, mas tu estás a aguentar-te bem...és a atriz principal neste papel que é a tua vida, e enquanto eu contracenar contigo, irei sempre estar aqui para te dar a manta, o copo de vinho, colocar o cão no teu colo e deixar-te ali, mas estando ali, porque amar também é saber estar presente...apenas por estar.
Hoje serei a neblina.
Amo-te...

Hoje é hoje, e está a acabar...Amanhã, será melhor.

AC disse...

Deixo-te um abraço apertado e um beijo doce. Não gosto de te saber desanimada e profundamente triste. Fico triste por ti.


Beijinho enorme, daqueles, no teu coração de guerreira.

JP disse...

Minha querida amiga,
Noto uma certa tendência nos teus últimos tempos....ando enganado?

Agora preferes o vinho....boa escolha, não faz mal (q.b.) e espero que a neblina não te esconda nem te envolva.

Beijo
(não risques os Sábados e Domingos

Anónimo disse...

Há dias assim, hoje choveu amanhã vai fazer sol, isto para te dizer que não te deixes ir abaixo. Força

Alexandra disse...

É extremamente importante a passagem por estes estados, entramos em contacto profundo com as nossas necessidades e tomamos a iniciativa de pelo menos uma vez de vez em quando de abrandar.

Não vou dizer que és forte, vou dizer que tu és tu e cabe a ti com a tua sabedoria aceitar e lidar com o teu, com os teus momentos!

Um beijinho e um abraço! 

Utena Marques disse...

Dom,

Eu sei isso e agradeço todo o teu carinho e as tuas traquinices que fazes apenas para me ver sorrir!
Sim hoje é um novo dia e temos de seguir em frente!

Beijos

Utena Marques disse...

AC,

São fases, nós temos a mania que somos de ferro e de vez em quando alguém lá cima lembra-se de nos tirar isso da ideia!

Beijos grandes

Utena Marques disse...

JP,

A tendência existe mas é controlada... eu tenho em mim a etiqueta do q.b.

Beijos sem riscos

Utena Marques disse...

Anónimo,

Sim hoje o sol brilha e isso alegra qualquer um!

Utena Marques disse...

Alexandra,

Os momentos são assim passageiros e ainda bem!

Beijos enormes

L'Enfant Terrible disse...

Há sempre dias bons e dias menos bons, alturas em que é necessário fechar a cortina para fazer reset!

Utena Marques disse...

L'Enfant,

Nem sempre é possível