quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Eu e as minhas dúvidas existenciais

Alguém me explica porque é que os ratos dos ferros (AKA meninos dos ginásios adeptos das chamadas bombas), permitem que os seus filhos rocem quase o inicio da obesidade?
É que é desconcertante ver isso nas crianças pequenas enquanto acompanhadas pelos pais musculados (AKA bisontes)
Nada contra, nem nada a ver com isso mas faz-me confusão ver que a despreocupação da saúde não se restringe apenas a eles, mas que se estende a família!
Alguém me consegue esclarecer o porque disso?
Agradecida

2 comentários:

dom disse...

Os ratos dos ferros do latin: ratus ferrum são de facto uma espécie complicada de examinar. Consta que nasceram de uma espécie ainda pouco estudada os ratus complexus pilas pequenum que dado ao "rastilho" pequeno começaram a dar no ferro para ficarem dinamite, daí a célebre expressão MUITO DINAMITE PARA UM RASTILHO TÃO PEQUENO. Esta espécie é extremamente territorial, porque a sua fémea ratas barbies plasticum é aparentada do rato marsupial australiano antechinus onde a fémea copula com vários parceiros muita vez ao mesmo tempo, ora isto causa a necessidade do ratus ferrum mostrar-se (como o pavão) para conseguir acasalar. O facto de ser um mau progenitor é derivado à falta de neurónios e muitos neurotransmissores, pois uma vez que estas espécies são mutante, a massa encefálica teve tendencia em desaparecer ao longo dos tempo.

Espero que agora já tenhas as dúvidas tiradas.

Lobe U <3 <3 <3

Utena Marques disse...

Dom,

Muito mais esclarecida!
Mas nem por isso convencida ;)

Lobe u2