sexta-feira, 1 de novembro de 2013

E o tempo voa

Quando era mais nova era uma frase que ouvia constantemente dos adultos... o tempo voa... não damos por ele passar. Lembro-me de achar que as pessoas eram tolas a dizer isso... coisas dos mais velhos... o tempo era igual para todos. Segundos, minutos, horas... dias e semanas... meses e depois os anos! Lembro-me particularmente de os anos custarem a passar, de achar que nunca mais chegava o dia do meu aniversário! De pensar que nunca iria ser como os adultos que diziam que o tempo passava porque não aproveitavam os dias nas suas vidas cheias de problemas e caras feias.
Mas a verdade é que hoje sinto o mesmo, que o tempo se torna indistinto na sua presa de correr, onde as estações se misturam... ainda agora é natal e já estamos a festejar o ano novo do outro ano!
Chegamos a Novembro...tenho andando indisciplinada... na minha meditação... na minha escrita... no que me dá prazer!
Se por um lado me dediquei mais a fotografia, por outro sinto que muitas vezes não encontro em mim inspiração para escrever! Sinto-me sufocada neste mundo mesquinho onde se perde tempo com o futebol e as suas merdas e não se faz nada contra ideias absurdas e leis obsoletas!
Sinto que se escreve-se seria apenas para me repetir... para gritar com quem é surdo... por isso escrevo e apago e prefiro deixar apenas pequenos apontamentos.
Mas vou mudar... vou voltar a disciplina da escrita... esta minha forma de ser psicóloga de mim mesma e se me repetir peço desculpa... vou voltar as contos a deixar a minha imaginação voar...aproveitar cada dia para depois não dizer que ele passou por mim a voar!
Voltar a cuidar de mim diariamente... perder tempo pela manhã com a maquilhagem... escovar o cabelo antes de dormir e sorrir...muito!
Porque a vida é curta demais para me envolver com a cara fechada apenas nos meus problemas.
Namasté!

6 comentários:

Anónimo disse...

Há fases assim.. ora estamos mais introspetivas ora nao estamos... ora temos paciencia para nos cuidarmos mais um pouco ora nao temos... sim, o tempo passa.. o tempo voa de facto.. agora passa depressa demais.. por isso temos de o aproveitar e nos disciplinarmos a sorrir, a agradecer, a sermos gratos pelo que temos ao invés de nos lamentarmos pelo que não temos (coisa que faço muitas vezes..e que tento mudar)
sim, tens razão a vida é muito curta e muitas vezes nos perdemos nos problemas e esquecemos disso... temos de fazer os possiveis para nos lembrarmos and to stop and smell the roses...
beijinhos grandes,
OlgaM

JP disse...

O tempo voa...nem duvides....só não quero que me venhas já a falar da Páscoa :)))

É verdade, tu tens sempre inspiração para escrever...não te ponhas com essas m....e eu gosto de ler o que escreves. Mesmo quando andas a oferecer chapadas a torto e a direito ups....


Beijo

AC disse...

E fazes tu muito bem. Nunca deixes de te cuidar, de gostar de ti, de viver a vida que vais conseguindo ter e retirar dela o máximo de prazer. A vida é curta, muito curta para perdermos tempo com tristezas ou mesquinhices.

Quero-te feliz:=))

Utena Marques disse...

Olga,

Perdemos tanto tempo com o que poderia acontecer que nos passa ao lado o que de facto acontece!

Beijinho

Utena Marques disse...

JP,

Tu escreveste m*? uiiiiiiiiiiii agora é que vai ser ;)

Obrigada por estares por cá sempre presente.

Beijinho

Utena Marques disse...

AC,

Acho que tudo faz parte do que é a vida... o problema é perdermos mais tempo com elas que com as alegrias :)

Beijinhos