sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Prazeres

Ando feliz… não feliz não será o termo esse estado de espírito tem estado ausente, espero eu que não por tempo indeterminado, ando digamos contente. Voltou o frio e estas manhas quando acordo e sinto a sua picada na minha pele… o seu arrepiante bom dia… não posso deixar de colocar um sorriso nos lábios.
Gosto da sensação que ele transmite ao meu corpo, gosto de sentir aos mãos geladas, o nariz vermelho… acho até peço desculpa aos amantes incondicionais do calor, que nos deixa mais bonitos… mais rijos… mais activos.
A mim pelo menos deixa. Sou estranha eu sei mas o prazer que sinto quando saio numa manha de frio… de tempo gélido… não tem explicação.
Adoro quando o tempo está assim, quando o gelo que respiramos, nos imobiliza momentaneamente os pulmões… mais que isso adoro o silêncio que ele traz.
Na quarta senti pela primeira vez neste Inverno tímido que parece ter medo de se fazer anunciar, sai do ginásio eram por volta das 21h00 mais minuto menos minuto, quente depois de um treino intensivo e um banho revigorante, com um sorriso que apenas certas dores musculares tenhem capacidade de nos fazer brotar dos lábios… Quando pus o nariz de fora da porta e respirei, tive de inspirar novamente… o cheiro que o frio deixa no ar é inebriante… como se de um velho conhaque se trata-se… sai já com o sorriso a formar-se no rosto… parei e deixei que ele me envolvesse…cada parte…cada centímetro do meu corpo estremeceu de prazer perante a invasão do gelo da noite… limpa…fria….negra… silenciosa… a sensação que poderia estar sozinha no mundo quase me esmagou. Tive vontade de retirar o agasalho que tinha e deixar o gélido frio explorar sem barreiras o meu corpo… Não o fiz sou maluca não parva e ficar doente não faz parte dos meus planos a curto prazo!
Deixei-me no entanto ficar imóvel no meio da noite… permiti ao meu corpo encontrar-se com esse velho amante que é para mim o Inverno…
Respirei profundamente novamente, fechei os olhos e murmurei… bem-vindo de volta!
E juro que senti a resposta no silêncio que se prolongou… É bom estar de volta!

12 comentários:

Mega disse...

A tua atracção pelo frio já se encontrava expressa nas imagens à direita do teu espaço.
O tema não é novidade mas a forma em que o colocastes foi bem expressiva e eloquente mas...
Faltou um efeito mãos geladas, nariz vermelho e algo mais que fica rijinho. saliente e com tendencias a apontar para cima... e aos pares, bem que falastes no mais rijo mas esquecestes-te de especificar...
Mas pronto hoje estou assim e não tenho cura...
Beijos marotos

Utena disse...

Mega para bom entendedor meia palavra basta e tu entendes-me bem...
Esse efeito que o frio faz e que muitas vezes até faz doer também é apreciado por mim...
Acção reacção... esta do gelo.
Existem outras.
Beijos a sorrir

Mega disse...

Pois o gelo pode provocar imensas e boas reacções.
E falando tu em outras existem duas que de repente me passaram pela cabeça...
Uma delas são os efeitos do chantilly gelado em certas partes do corpo quando devidamente complementado pelo suave passar de uma gulosa língua...
E pegando na tema da língua dos efeitos que se podem provocar quando a língua se encontra a passar junto a uns certos lábios e se pára e se substitui a língua por um suave assopro...
Estou criativo hoje...
Beijos ainda mais marotos

Utena disse...

Estou a ver que sim que estas bastante criativo.... chantilly gosto em algumas situações mas continua a agradar-me a sensação acutilante do gelo... e se falarmos em coisas que ficam sempre rijas posso sempre mencionar uma que fica e aponta também para o ar... mais quando rodeada com a boca após a mesma ter sido arrefecida com uma bela pedra de gelo.
Beijos mais marotos ainda

Mega disse...

E estando nesta onda...
Diria que a seguir ao anteriormente descrito nada melhor que passar o dito refrescado pelos lábios antes citados...
Suavemente explorando ameaçando mas não entrando...
No momento certo entra-se mas...
Muito pouco e volta-se a sair...
E repete-se...
E repete-se...
E...
Sem se esperar...
Sem avisar...
É feita a completa fusão
A entrega total e completa
O profundo preenchimento...
Beijos ainda mais que marotos

Utena disse...

Isto hoje Sr Mega deve de ser por ser sexta...
Posso no entanto complementar que se a mesmo entrega for feita com suaves passagens pelo corpo, acompanhadas de cubos de gelo, linguas refrescadas e dedos gelados... a Acção reacção torna tudo mais intenso e completo.
Maluqinha do frio yeaph sou eu!
Beijos marotos mas daqueles deliciosamente gelados

M. disse...

Estive a ler. Texto.Comentários e comentários.

Arrepia...

Utena disse...

E complementa M.
A lingua portuguesa tem desta coisas...
:)

TILIDA disse...

Eu ia deixar um comentário,mas fica para logo...
O Mega hoje está muito libidinoso...
Mas volto,eu volto sempre ao local do crime (detesto romances policiais)!
Talvez fosse melhor...não sei...não me quero meter...mas...já que estão fisicamente próximos,aumentem a proximidade...digo eu!Eu gosto de ver as pessoas consumadas e consoladas também...
Sem ofensa,claro...Utena não ligues ao que eu digo,tenho a mania dos acasalamentos...
Beijos muitos*

Utena disse...

Tilida,
Vai e volta os teus comentários tem sempre muito que se lhe diga.
Quanto as proximidades eu e o Mega estamos longe dessas é mais ums troca de ideias de mentes que no fundo são muito parecidas.
Nada de acasalamentos per favore.
Beijos sem ofensa mas com sorriso!
:)

TILIDA disse...

Adorei o per favore...

Utena disse...

É a minha mania do Italiano... adoro a lingua :)