terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Ilusões



Estou numa fase de grande introspecção. Não é novidade nenhuma que me perco em pensamentos, muitos deles completamente absurdos e outros modéstia a parte nem por isso, mas talvez pela época que estamos e que de uma forma ou de outra nos bate a todos tenho dado por mim mais pensativa, digamos que em balanço de fim de ano.
Hoje especialmente nas minhas pesquisas de imagens pelo mundo maravilhosamente anónimo da internet dei por mim fascinada a olhar para esta, não fui eu que a descobri primeiro, mas nem por isso deixa de ser hipnótica.
E ao olhar para ela, deixando-me envolver pela sua essência dei por mim a pensar em ilusões, os vulgos castelos de areia, que todos sabemos fazer tão bem, embora nem todos com a capacidade de o construir na praia, numa tarde de verão, quando todos já regressaram aos seus lares.
O ser humano tem a capacidade maravilhosa de fazer castelos de areia, ilusões, todas elas grandiosas... mas a capacidade de sonhar nunca teve a sigla Q.B. a frente e isso é que faz dela uma escapatória tantas vezes necessária da realidade do dia-a-dia.
No entanto a realidade é que sendo essa escapatória mais ou menos usada e/ou exercitada, tenho a noção que hoje em dia as pessoas vivem basicamente num estado ilusório que torna ou tudo extremamente negro ou tudo brilhantemente cor-de-rosa.
Fazer uma simples pergunta como o que precisas para ser feliz? torna a mesma numa monumental tragédia grega ou pior ainda comédia romana... está certo não é algo que se consiga responder de uma forma curta e grosa, mas chego a conclusão que ou os parâmetros estão muito altos ou as exigências subiram de patamar.
Por isso e observando a imagem que anexo a este meu texto tão espantosamente cheia de pormenores, pergunto-me quando foi que a humanidade deixou de dar valor a pequenos momentos, instantes... pequenas demonstrações de carinho...pequeninos espaços de tempo que no fundo fazem a nossa vida ser o que é e como é!
Um grande momento é algo de estrondoso que nos arrebata a respiração, nos deixa momentaneamente sem fôlego, com palpitações... mas que depois de passar o primeiro impacto se desvanece até ficar uma ténue lembrança do que foi, isso se ficar. Mas um momento especial, pensado em pormenor, idealizado com alma, percorre a nossa espinha deixando-nos com pele de galinha e as pernas tremulas...entranhasse como se de um perfume se tratasse que usamos tanto tempo que já nem o sentimos mas que faz parte do que somos. E porque é simples acaba por ser absorvido por inteiro...de uma forma completa e única   
E agora respondendo a minha pergunta o que é preciso para eu ser feliz? Posso responder a isso de uma forma filosófica:
Para eu ser feliz basta que apareceram pequenos raios de sol de vez em quando por entre as nuvens grossas da tempestade.
Simples? Não! É tão mais complicado que isso...mas lá bem no fundo ser feliz é mesmo isso ser simples no meio da confusão que é a vida!


8 comentários:

M. disse...

Introspectivo o teu texto. desceste bem fundo na tua alma...(bela viagem essa...).

A vida não é complicada. Nem simples. É!

Sendo assim há que aproveitar o dia a dia. Aprendi a gostar do sossego. Do "não tenho nada para faze". Estar. Só e/ou com as pessoas de quem eu gosto. Olhar para elas. Senti-lás.

Uma seca dirão...Engano. Já fiz grandes viagens. Asneiras fantásticas. Coisas horríveis. Aventuras dirão uns. Nada disso. Apenas escapes.

Nos detalhes. Não no sol mas nos raios...

Utena disse...

M. a vida é mesmo assim certo nada como ver o pão dividido em migalhas e não num todo.

:)

(sub)TIL disse...

A imagem é fantástica...
Aposto que adoras filosofia...Pensas tão bem!
Olha queria ser assim como tu...
Mas sou uma desgraça,ora bem ora mal...
Oremos!
Utena...Vamos fazer asneiras e levantar as saias aos homens na Escócia?
Rssssssssss
Beijinhos*

Utena disse...

A imagem foi amor a primeira vista o texto foi influenciado por ela.
Adorava filosofia sim... e tive um professor de portugues que me fez adorar as letras...
Bora lá..... estou contigo nisso
LOL
Beijinho

M. disse...

Também posso ir?

Utena disse...

M. queres vir? Para a pura da loucura?
Então por mim bora :))

(sub)TIL disse...

É a loucura total!!!

Utena disse...

Será Frizz?
:)