quarta-feira, 2 de março de 2011

Vontadinha...

Detesto… não engulo… chamem ódios de estimação o que quiserem mas se há coisas que me tiram do sério é que me tentem fazer de parva… de saloia!
E se os filhos da put@ que fazem isso têm nacionalidade espanhola então a padeira que há em mim salta fora e a vontade de lhes f@der a tromba a passada revela-se com uma força assustadora.
Cambada de merdas que tendem a ter a mania que são melhores que nós… cambada de impotentes que nem com dedos, nem com língua, nem com o car@lho que os f@da conseguem satisfazer alguém… ainda acham que são donos do mundo!
Donos do mundo? Isso fomos nós… abadas já vos demos tantas que vão ter de andar a descontar o resto da eternidade…
E depois ainda temos a merda aqui do país que passam a vida a lamber a terra que estes palhaços (sem ofensa aos mesmos) passam… “oh sim eles são melhores”… “oh sim temos de aprender com eles”…
O C@RALHO!
E quando uma pessoa precisa de trabalhar… de respostas… de gente activa aparecem estes empata f@das que não atam nem desatam, com desculpas esfarrapadas como se eu fosse alguém da terra deles que ainda acha que os bebés nascem das cegonhas! Tenham dó.
E se por algum acaso do destino tentamos resolver as coisas “em casa” as contrariedades são tantas que só me apetece resolver tudo a estalada e ao pontapé! E NÃO ME VENHAM DIZER QUE NÃO RESOLVE NADA! Isso eu já sei mas pelo menos alivia!
Ainda tenho de levar com os noticiários… a crise… o fecho das lojas… o desemprego… o RAIO QUE OS PARTA! Quem quer trabalhar é constantemente empurrada e puxada para baixo…
A merda dos subsídios sabem bem é o que é! E viver a custa dos parvos e “comprimidos” sabe melhor ainda!
Juro pela minha honra que hoje como estou se me aparece alguém cabr@o a falar espanhol o como vivo e não é por um bom motivo!
A pala disto lá vou ter eu de fazer das duas… uma:
Ou me f@do a trabalhar horas extraordinárias para correr atrás do atraso que esta cambada de galinhas me fizeram ter ou abro as lojas mais tarde…
E não é que estamos numa óptima altura para ter prejuízos que até dói!
O que mais me chateia? Saber que bastava serem sinceros comigo… eu ficava a saber com o que contar e organizava as coisas… eles? Escusavam de ter que levar com a caganeira de 72 horas seguidas que vão ter depois da praga que lhes lancei!
Não há pachorra!

14 comentários:

Anónimo disse...

¿por qué molestarse cariño?

Utena disse...

Anónimo se estas a tentar ser comido por mim tira la isso do sentido que não ias gostar...
Fala a lingua materna e ai ja te satisfaço

Anónimo disse...

Miss Utena não diga isso que eu ainda acredito que é verdade

M. disse...

Não me vais levar a mal...Mas não sei se me ria(?) da tua zanga se do teu comentàrio ao anónimo...

De factos és multifacetada...Que nenhum espanhol chegue perto de ti hoje...

Diz lá que não te aliviaste lol depois de escrever:)

Utena disse...

Caro anónimo,
Nunca digo o que não penso...
Alem disso numa furia não é mau... e mais intenso

Utena disse...

M.
Depois de responder também tive de me rir... da minha zanga não porque lixa-me o juizo quando brincam com o meu trabalho...
Quanto ao seu multifacetada... sou modestia a parte...
E fiquei bem mais aliviada sim
;) a beleza da escrita

Nokas disse...

Eu também tive que me rir com esse comentário ao anónimo :)
Mau dia?

Luísa Lopes disse...

Ok gaja!!!! Para quem vive por estas terras há quase 7 anos,ler isto foi o melhor que me aconteceu hoje!!
Não sabias que o MUNDO INTEIRO gira à volta dos umbigos deles?
Ah pois é!! Nem sei se é autoestima, complexo de inferioridade ou prepotência.
Um estudo revela 63 0000 desempregados em Fevereiro. Mas há sempre quem pense que lá fora é que tá a dar!!

ROSINHA disse...

Selinho no meu blogue,mon amour...
BJUS*

Utena disse...

Nokas,

Péssimo dia ontem... hoje é um novo!
Detesto que me lixem o meu trabalho...
:)

Utena disse...

Luisa,

Não tenho pachorra para machos latinos que no fim não f# nem saem de cima... é uma merda essa gente... acham-se donos do mundo e nem a casa sabem gerir...
Beijinhos

Utena disse...

Rosinha,

Obrigada mon amour... és uma querida
Bissu... é chique ;)

Mega disse...

Adorei o texto e lembrei-me das minhas experiencias com essa gente.
Desde à algum tempo que nessa terra para ter a certeza que sou bem tratado costumo falar em ingles e dá um resultadão.
Há muitos anos uma espanhola tentou aproveitar-se da minha eventual boa situação financeira para proveito próprio mas teve como resposta minha apenas ter sido fodid@ na verdaeira acepção do termo, e para que duvidas não restassem usando os termos do Patife foram os três pratos para que ela não se esquecesse.
Beijos nacionais

Utena disse...

A verdade Mega é que alguma da culpa também é nossa que não nos damos ao devido valor...
Enfim...

Beijinhos