segunda-feira, 18 de abril de 2011

Versiopelius

Ontem resolvi tira o dia para mim… digamos que foi o dia da Utena… já que há dias para tudo e mais um pentelho porque não um dia para mim?
Institucionalizei o dia… sem passar por votos de Assembleia ou veto Presidencial.
Deixei-me ficar na cama até mais tarde, logo baldei-me ao ginásio e aos alongamentos… almocei franguinho assado e esbardalhei-me com batatas fritas de pacote… não quaisquer umas que aqui a malta é fina das Groumet, são boas e estaladiças e depois de uma sessão de séries televisivas que gosto meti-me na voiture e alé com a je para o cinema.
Pensei: “Vou ver o filme que saiu agora… o da Rapariga do capuz vermelho. Não penso e fico a vegetar por mais 2 horas e tal… “
O filme dentro do género não é mau… e até ganha o lobisomem o que para mim tem vantagens que sempre gostei destes seres, que fora o problema que deveria ser ter um em casa em altura de chuva (o cheiro a pêlo molhado deve ser terrível) tem imensas vantagens. São quentes… são fortes... são fofos para dormir (sim eu sei que me esta a dar para aparvalhar)
Se pensei que não ia pensar enganei-me maldito cérebro este meu que não para… a verdade é que dei comigo no caminho de casa a pensar nestes seres de mitologia que são os Lobisomens.
Verdade todos sabemos que por trás de uma lenda existe um traço de realidade… no caso dos Vampiros tal como no dos Lobisomens existe doenças que originam características padrão da aparência dos seres ou das suas necessidades.
A doença do Lobisomem é a licantropia a capacidade ou maldição caída sobre um homem que se transforma em um lobo. Em psiquiatria é um distúrbio onde o indivíduo pensa ser ou ter sido transformado em qualquer animal. Existe também o Sindroma Lobisomem onde o corpo do ser humano está completamente repleto de pêlo (um estilo mais exagerado de Tony Ramos).
Justificativa científica ou não a verdade é que o nosso subconsciente está repleto destes seres magníficos que por uma razão ou outra são delegados para segundo plano em relação a outros seres magnificamente sedutores que são os Vampiros.
Embora seja um tema que me fascine o Vampirismo sempre fui mais fascinada pela lenda do lobisomem… que todos sabemos e conhecemos alguém mordido por um lobo em determinadas circunstâncias, transforma-se em lobisomem todas as luas cheias desde do seu nascer ao seu recolher. Pode ser ferido mortalmente por prata e ao ser regressa a sua aparência humana.
Sempre gostei destes seres, sempre os achei encantadoramente sedutores… sofridos até e retratados de uma forma menos sensual que os enigmáticos vampiros. As suas histórias sempre me deixaram de orelha em pé cada vez que a minha avó materna me contava lendas em noites de lua cheia… costumava ficar horas nessas noites de olhar fixo na lua a admirar a sua beleza e a pensar que gostaria de um encontro “imediato” com um desses seres amaldiçoados…
Pelo menos até a minha avó vir a porta dizer-me:” Vem para dentro qualquer dia encantas a lua e ela leva-te”… adorava quando ela me dizia isso… ia atrás dela a enche-la de perguntas:
“Leva-me para onde? Como a encanto? E se quiser voltar?”
A verdade é que mais de 25 anos se passaram e continuo a mesma menina das portadas da lua cheia a querer encantar a lua… a seguir a harmonia que existi no uivar de um lobo quando lhe dirige a sua serenata.
Talvez por isso seja cúmplice da bela dama da noite e protegida pelo místico animal?!
È… e depois ainda me admiro de não me acharem normal… J

16 comentários:

Cacarol disse...

És fantástica,sem dúvida nenhuma...Não perdes a calma,tens poder de encaixe,sentido de humor...enfim,INTELIGÊNCIA!Obrigada*

M. disse...

Mas olhas que és de admirar:)

Os teus devaneios tomam caminhos estranhos:) O lobo está em nós. (tinhas que referir o cheiro a pêlo molhado...beurkkk) Podemos é vestir pele de cordeiro...

Simplesmente disse...

todos somos normais... cada um à sua maneira...

Utena disse...

Cacarol,
Porque haveria de perder a calma?
Tens sido sempre impecavel
Beijinho

Utena disse...

M,
Não gosto de capas... gosto de me mostrar como sou e que se mostrem também.
Mas isso tu ja sabes...

Utena disse...

Simplesmente,

Nada como a anormalidade da normalidade.
Cad uma como cada qual.

TERESA SANTOS disse...

Utena(zinha)

Desculpa o diminuitivo, mas apetece-me...

Pois é!
Admito, (quem sou eu para não admitir!) que gostes de vampiros, lobisomens, aventesmas (hã?), filmes que funcionam como paralisadores de cérebros, de batatinhas fritas que te engordam 5K por cada 100g, admito tudo isso, mas...?
Mas,
mais um dia, nem que seja da Utena, não!
Help!!!!

Utena disse...

Teresinha :P
Calma que foi apenas um dia sem excepção e sem repetição :)
Beijinhos

TERESA SANTOS disse...

Utena,

Obrigada,

Estou muito mais tranquila!...

Uf, que susto!

Beijinhos.

Nokas disse...

Há sempre algo misterioso que dá prazer em descobrir :)

Utena disse...

Teresa,
O que eu faço por ti.
Beijinhos

Utena disse...

Nokas,
Sim o mistério é sempre um grande incentivo a descoberta.
Beijinho

Isabell Culen disse...

Utena

Nada melhor que um belo filme de Vampiros vs Lobisomens! Ou uma série, ou um bom livro! Que delicia visionar um filmezinho a comer frutinha ou bolo "red velvet"!
Venham mas sagas vampiricas!

Beijinhos

Utena disse...

Isabell,

Pelo menos não lutamos pelo mesmo personagem já que eu sou mais pêlo e tu mais gelo :)
Um fatia de "red velvet" é que ia que era uma beleza...
Beijinhos

Sharky JP disse...

Muito bom ;)

Utena disse...

Sharky JP,

Obrigada pela visita e pelo comentário
=)