sábado, 11 de junho de 2011

És capaz

Engraçadas estas coisas das redes sociais… interessante a forma como se pode trocar ideia com desconhecidos e como essas ideias fluem sem barreiras… sem serem bloqueadas por coisas mínimas como a aparência de alguém ou a necessidade de mostrar algo que não somos!
Porque mesmo quando isso acontece… quando tentamos ser um sapo na pele de um príncipe ou vice-versa o sumo que se recolhe é mesmo a troca de palavras que nos faz pensar… a escrita de pequenas e sintetizadas frases que nos fazem sonhar acordadas e nos faz idealizar um mundo tão mais fácil… tão mais justo… tão mais saudavelmente louco!
Hoje no meio de uma dessas trocas de palavras com alguém anónimo aos meus conhecimentos dei por mim a sorrir quando me foi colocada esta pergunta:

“ És capaz de amar como o teu cão te ama a ti?”

Ao que eu respondi:

“ Sou! Sou capaz de amar da forma como um animal ama… desprovida de intriga de ciúme… de ficar a espera do que receberia em troca! Sou capaz de o fazer com os meus cães… com os animais que me fazem sentir ainda esperança na mãe terra! Se sou capaz de amar uma pessoa assim também? Provavelmente mas contarias pelos dedos de uma mão!”

Fiquei a pensar para comigo que poderia ter assustado o moço com a resposta no entanto a sua atitude surpreendeu-me pela positiva ao perguntar-me:

“És louca? Tens cartão de sócia? Porque eu já tenho o meu!”

O que respondi? Quem me conhece nem que seja pelas palavras que debito neste meu humilde espaço que vocês tão amavelmente lêem saberá a resposta… se não a adivinharem também não é de suma importância mas a verdade é que dei por mim a pensar que um mundo com um pouco mais de loucos… daqueles que chama loucos porque cometem loucuras por amor seria um mundo tão mais fácil de viver… tão mais loucamente acolhedor!
E não falo somente do amor carnal… falo do amor… daquele sentimento que tantos já estudaram e tão poucos o entenderam…
Amor de pais e filhos… de amigos… de irmãos…
Nós vemos pessoas a cometer loucuras pelos clubes desportivos… deixam de comer… fazem promessas… deslocam-se centenas de quilómetros para os verem jogar… para apoiarem estranhos que hoje vestem esta camisola e amanha vendem-se por quem dá mais… e depois não tem tempo para estar a chuva com um amigo porque ele apenas necessita de companhia ou de perder o telejornal porque o filho precisa de ajuda nos deveres de casa!
Ter a capacidade de amar alguém é uma virtude que se trabalha todos os dias… mas a verdade é que despendemos mais tempo a odiar que a amar!
Façam o teste… fechem os olhos e pensem em alguém importante… qual é a primeira coisa que vos vêm a cabeça?
Aquele dia que vos ouviu durante horas por algo banal mas que naquela altura era de suma importância… ou aquela vez que vos deixou na mão por um motivo qualquer incompreensível para vocês?
Porque se formos a ver o “busílis” da questão reside aí… nós queremos… queremos mimo… atenção…paz… que estejam lá ou que nos deixem sozinhos!
Que entendam os nossos motivos e que os aceitem sempre… mas quando a moeda inverte…quando os papeis se alteram… que fazemos? Estamos lá?
Mais! Mesmo sabendo que o retorno pode não existir… fazemos de cara alegre e coração aberto?
Se sou louca?
Ser louca é sair do trabalho para almoçar em 10 minutos com quem amamos?
Ser louca é fazer uma data de km para estar 20 minutos com quem consideramos o homem da nossa vida? (mesmo não sendo)
Ser louca é ligar para os vizinhos…para os bombeiros…para a polícia se o nosso mentor não atende o telemóvel?
Ser louca é falar até as 6 da manha com um amigo ou amiga porque se sente só sabendo que vamos trabalhar as sete da matina?
Ser louca é amar muito… sem reservas…sem porquês… sem nada em troca mas dando tudo…é apoiar cegamente quem precisa… seja ele um santo ou um assassino…
Ser louca é dar nas orelhas de quem agiu mal… mas ter a certeza que essa pessoa sabe que estaremos lá no gelo do Inverno ou no fogo do Verão?
Ser louca é dizer o que se pensa mesmo que isso vá magoar quem queremos bem… mas porque na nossa consciência o devemos fazer… porque se amamos somos honestos… correndo o risco de sangrarmos mais nós que eles?
Então sim… SOU LOUCA de pedra… sem cura!
E sabem que mais? Tenho muito orgulho disso!
(Olha e não é que no fim acabei por responder a pergunta?)

20 comentários:

Olívia Palito disse...

Utena dear, depois de ler este excelente texto, fiquei (e continuo) a pensar, acerca de amar, do ser-se "louco/a". Bem verdadeiras estas palavras... ;)

Beijo grande minha querida. Aproveita bem o fim-de-semana. :)

Utena disse...

Olívia,

Já diz o poema:
"O amor é louco não façam pouco dessa loucura.."

Beijo minha linda obrigada e igualmente!

Anónimo disse...

Eu tenho 29 anos
Eu tenho uma profissão liberal
Eu tenho um nome e apelido estrangeiro
Eu sou alto
Eu não tenho amigos,mas tenho invejosos
Eu nunca amei e nunca fui amado
Eu gosto do frio, deve ser porque nasci na europa central e estava nesse dia -25ºgraus
Eu gosto de ler bibiografias e livros tecnicos
Eu não gosto de poesia e romance
Eu não sei voar, mas gosto de filmar cenas de take-off e landing de noite ou de dia
Eu não tenho tempo
Eu tenho um sorriso sempre na cara

Serei eu louco?

Utena disse...

Anónimo,
Nunca amaste? De certeza?
Nunca sentiste o amor sem ser homem_mulher… mas o amor único que existe em tantas coisas em tantos sentimos?
Não amas o que fazes? Não adoras o que realizas?
Se a resposta é sim então bem-vindo ao cantinho dos loucos!
Obrigada pelo comentário
=)

M. disse...

Não sei onde estava a dúvida...

lol

Texto reflexivo e que faz pensar, como sempre...

E o tal..hum? Pois...lol

pink poison disse...

Eu sou louca.

Utena disse...

M.

O tal será quando tal tiver de acontecer =)
Right?

Utena disse...

Pink,

Junta-te ao clube
Beijinho

CF disse...

Minha amiga Utena
As tuas reflexões fizeram eco em mim...quiçá porque tb sou louca! lol
Concordo "piamente" contigo...para quê perder tempo com ódios se amar é tão melhor???...até faz perder umas calorias a mais...lol
O meu cartão de sócia já quase que caduca...mas tratarei de validar o próximo e logo se verá que outras loucuras estão reservadas para mim!!!
Bons textos os teus, fazem-nos reflectir e repensar valores

TERESA SANTOS disse...

Existes mesmo?
És real?

Consegues amar com essa capacidade de entrega total, sem esperar nada em troca?

És uma utopia!

É loucura, isso?

Já somos duas!

Utena disse...

CF,

Sempre com uma palavra carinhosa =)
Não deixes caducar esse cartão... a loucura só faz bem!
Beijo

Utena disse...

Teresa,

Conseguir consigo... fazer raramente!
Se existo? Sim sou o mais real possivel...
Utopia ou não isso interessa?
E é tão bom sermos loucas não é?
Beijo

TERESA SANTOS disse...

Abençoada loucura!...
Utopia? Não, não interessa!
Beijinho.

Utena disse...

Teresa,

Todas as loucuras fossem essas =)
Beijinhos

xarmus disse...

Adorei... beijo

Utena disse...

Xarmus,

Obrigada.
Beijo

Cacarol disse...

És muito especial...Beijo*

Utena disse...

Cacarol,
Sou apenas eu
Obrigada
Beijo enorme

Anónimo disse...

Serei o louco mais louco que o próprio louco que comenta a sua própria loucura, que mede a sua insanidade por palavras, por metáforas, por verdades ou meias mentiras, serei aquele que fala com que não lhe responde, que ouve as respostas de si mesmo, sem se ver na loucura do mundo em que vivemos, serei eu o louco mais louco que mostro o caminho para a loucura.
Amo um dia de cada vez, não as coisas soltas da vida, mas aqueles sinais loucos, que nos deixam.. Loucos, serei um louco, ou apenas um ser humano que pensa na loucura como algo normal e tudo o resto como algo óbvio.. Apenas direi, o meu cartão de sócio está aqui, tenho o cartão aqui no meu bolso, um dia, se precisares, do doido que cura, apita, sabes onde encontras o louco mais louco que o próprio louco..

Utena disse...

Meu caro louco,

As loucuras são deliciosas... quando as vivemos com intensidade de um momento que nos deixa marcas para a vida!
O sentimento vai e volta... o mesmo te digo eu se precisares!
Call me
=)