quarta-feira, 15 de junho de 2011

O imperfeito da perfeição

Quantas vezes já ouvi dizer o mundo não é perfeito… quantas vezes já me exasperei quando essa frase feita foi proferida por inúmeras e nem sempre certas razões!
Será que apenas eu consigo ver a perfeição que existe no imperfeito do mundo?
A beleza está nos contrastes únicos que existe na imperfeição de um caminho. Na aprendizagem que retiramos em cada irregularidade que se encontra na estrada da vida.
Prosseguir por uma estrada lisa e plana sem obstáculos… sem dificuldades não nos trás nada de novo. Não molda o nosso espírito, não nos faz evoluir no que somos para o que de melhor poderemos ser…
Sou a mais imperfeita das mulheres porque em nada a minha vida é linear… porque não escolho saídas fáceis ou frases feitas…
Não vejo um único tom de preto, tal como não o faço no branco…gosto da imperfeita assimetria das cores… de pintar o céu de verde e o mar de laranja…de ter consciência que hoje não será igual a amanhã…que hoje aprendi o que fará de mim uma mulher melhor amanhã e fiz sempre com suor e lágrimas… a minha custa… a custa da minha capacidade de subir morros e escalar muros!
Gostaria de em alguns casos ter um banco onde pudesse apoiar o pé mas a verdade é que ser assim como sou…imperfeita na minha perfeita maneira de ser, faz com que exista do outro lado uma mão que me auxilia ou ampara na descida…
Pode ser a mesma… pode ser uma que nunca mais sinta… pode até em alguns casos ser a minha que imagino numa ilusão perfeita daquilo que seria desejável… mas esta sempre lá… como uma metáfora constante que me mostra que no mundo o perfeito é sempre inimigo do bom!
E que o imperfeito é apenas um lembrete que poderemos conseguir sempre mais e melhor!
E digam lá no fim… quando termina uma jornada… uma etapa… se não chegamos a conclusão que mesmo não sendo perfeito… mesmo assim foi bom e valeu a pena!
Não é isso que conta?

8 comentários:

CF disse...

Utena
Revejo naquilo que dizes, algo das minhas circunstâncias...mas amiga vou confessar-te aqui e agora: por vezes já cansa ter tanta dificuldade para transpor qd outros nenhuma têm...no fim a sensação que se sobrepõe é de injustiça e desigualdade entre pessoas num processo semelhante!
Não sei que te diga mais..talvez o meu post actual traduza isto e explique melhor...
bjs

Irina disse...

Nada é perfeito nem como idealizamos, mas a mim dá-me um certo gozo terminar uma jornada de sorriso na cara e pensar "eu venci" =)

Mil pétalas...

Anónimo disse...

Ai ai (suspiro) que palavras bonitas Utena e sábias... sim, o mundo é maravilhoso com todas as suas perfeitas imperfeições....com os seus obstáculos.... só através da sua superação evoluímos e conseguimos dar valor às coisas boas da vida! Concordo contigo: "quando termina uma jornada… uma etapa… se não chegamos a conclusão que mesmo não sendo perfeito… mesmo assim foi bom e valeu a pena!
Não é isso que conta?"
Mais uma vez, obrigado pela tua escrita que nos transporta e nos faz pensar na vida!
bjs,
OlgaM

Cacarol disse...

Este é um assunto que adoro...

Utena disse...

CF,
Consegui perceber bem o que me dizes como o explicas no teu comentário...
Mas vou com todo o gosto ler o teu texto.

Beijinhos

Utena disse...

Irina,

Dá sim imenso "gozo" mais sabendo que o conseguimos sendo fieis a nós mesmos
Beijinho

Utena disse...

Olga,

Eu é que agradeço o constante carinho e a sempre presente presença!
A verdade é que procurar o perfeito faz com que não aproveitemos o bom da vida!
Beijos enormes

Utena disse...

Cacarol,

Não sabia que assim era =)
Beijo