quinta-feira, 7 de julho de 2011

E acabar o dia? Pode ser?


Sabem aqueles dias em que por motivo nenhum, ou pelo menos por nada que o justifique nos sentimos autenticas bombas relógio?
Aqueles dias em que parece que fazem de propósito para nos irritarem mais ainda e que por mais vezes que inspiremos e expiremos profundamente nada nos consegue centrar o suficiente para não começarmos a disparatar em todas as direcções?
Pois bem meus amigos hoje é um desses dias… desses dias perfeitos onde tudo se conjuga do acordar ao provável deitar para formar o ramalhete do que eu chamo “O dia dos Infernos!”, e como eu não sou propriamente uma pessoa dócil e queriduxa daquelas que saltita como um fofo coelho por entre nenúfares de lagos cristalinos, estes dias tendem a ter sempre a tendência para se tornarem dias catastróficos de magnitudes alarmantes.
Está certo provavelmente a culpa poderá até ser ligeiramente minha pois não tenho feito a minha meditação ultimamente, não me sinto focada suficientemente para aí e sei com a certeza que me trás a experiencia de fazer á anos que quando forçamos a mente a meditar e não estamos direccionados minimamente para isso é como tomar comprimidos de açúcar para curar diabetes. Resumindo? Dá o que chamamos de cagada da grossa.
Verdade que não podemos descarregar nos outros o nosso estado irritadiço… mais verdade ainda que não podemos permitir que dias de bosta que nos assolapam a respiração temporariamente nos façam saltar a tampa com quem gostamos ou mesmos usar quem não gostamos como bola anti-stress… mas eu tenho a capacidade de me aperceber quando esses dias batem na porta dos outros, quando eles estão a milésimas de explodir não vou lá com um pauzinho cutucar a paciência deles só para ver o que poderá resultar porque raio fazem isso comigo?
Eu que nos meus dias normais já sou alguém com um feitio muito complicado de lidar… eu que tenho a incapacidade para tolerar aqueles que acham que sabem sempre tudo… que estão sempre mais a frente… mais iluminados… profundos sabedores de alguma ciência avançada que lhes pertence unicamente!
A sério? Comigo?
Depois admiram-se… reclamam… sentem-se ofendidos e injustiçados… depois sabem virar-se para mim com um ar desolado e dizer:
“Era preciso seres assim Utena? Não podes controlar esse teu temperamento?”
E que respondo eu? Nada!
A sério! Não respondo nada!
Porque se não viram os sinais que estavam incautamente a brincar com uma granada sem cavilha vou ser eu que lhes vou perguntar o que estavam á espera?
Das duas uma ou acabamos logo ali a amizade de raiz… ou melhor e encolher os ombros e ficar assim… muda as circunstancias evidentes.
Entretanto e como ainda falta algum tempo para acabar o dia vou ali mergulhar numa bacia de água e gritar… pode ser que acalme, refresque e aja uma mudança de ares para estes lados!
Que merdinhas á parte? Estou mesmo a precisar que aconteça!
Irra há dias difíceis!

16 comentários:

M. disse...

Eras tu?

Já estás mais aliviada?

Ainda bem:)

Há dias assim:)

Utena disse...

M.

Aliviada ainda não... fresca? Definitivamente

Sim existem dias assim =) ainda bem que se lhes consegue dar a volta

Anónimo disse...

Honestamente, o blog não tem culpa..
Honestamente, ninguém tem culpa..
Honestamente, arranja um saco de areia, arranja umas luvas de boxe e dá porrada no saco..
Honestamente, o saco de areia não tem culpa nenhuma..
Honestamente, sou um grande tretas e não ligues ao que eu digo..
Honestamente, certos dias de madrugada, mais vale de manhã, acordar à tarde e sair à noite..
Honestamente.. Vou-me parar de escrever.. Antes que escreva o que não deva.. E o que merecias ler..
Honestamente.. Tem dias..

Utena disse...

Anónimo,

Honestamente?
Já me fizeste rir... e isso não é de todo mau sinal!
Mas mais honestamente?
Vais ou queres que te empurre?

=)

Anónimo disse...

Honestamente, rir, faz bem há saúde, ao ego..
Honestamente, queres empurrar ou ser empurrada??
Honestamente, precisas que me ofereça??
Honestamente, tenho mau feitio..
Honestamente, ela tem mais mau feitio do que eu, e gosta das minhas calças e do resto como ninguém..
Honestamente, gabo-te a pachorra para me aturares..
Honestamente, vai la buscar o gelado e vamos ver o por do sol..
Honestamente, meditar deixa-me algo...

CF disse...

ah ah ah ah
Há mesmo dias em que tudo se conjuga para nos tramar...:)
E como não quero cutucar a onça ainda mais...acho melhor não acrescentar muito mais!!! Senão ainda sobra para mim e além de ficar com os cabelos chamuscados, o que resta dos meus fusíveis pode dar curto-circuito...lolol
Hasta la vista guapa
bjs
PS: estás melhor? Hã? que tal?
Já vou, já vou :)

Anónimo disse...

É verdade, há mesmo dias assim, todos temos os nossos dias :-)
A verdadeira arte é aguentar assim o dia inteiro... requer perícia nossa e dos outros, lol, que não sabem o perigo que correm, lol... e nesses momentos: Inspira, expira, inspira, expira..... e ao mesmo tempo pensar: não vou bater em ninguém, não vou bater em ninguém, não vou bater em ninguém....lol lol lol
Amanhã será um novo dia :-)
Beijinhos,
OlgaM

Utena disse...

Anónimo,

Honestamente... honestamente?
Tu és alguem com quem sabe bem falar e que nos faz pensar antes de responder!
Honestamente?
É tão fácil aturar-te!
Vá medita lá sobre isso
=)

Utena disse...

CF,

Sim existem dias assim o bom é conseguir ultrapassar.
Hoje já estou melhor o que vale é que dá forte mas passa depressa.

Beijinhos lindona

Utena disse...

Olga,

Sim é verdade, mas sabes as vezes acho que os outros têm um sexto sentido deturpado que os faz virem em direcção ao perigo.
Como quando tens um escaldão nos ombros e toda a gente te dá palmadinhas lá quando fala contigo.

lol
Beijos

L* disse...

Há mesmo dias assim!
E nesses dias só quero que me deixem no meu cantinho, com o risco de alguém que não merece levar com o mau humor!*

Utena disse...

L*

Sim é mesmo isso que quero...
Mas infelizmente nunca acontece o que queremos nem o que seria melhor
Beijinho

Nokas disse...

Olha ultimamente tenho muitos desses dias...
Mas olha, depois passa :)

Utena disse...

Nokas,

Passa sim eventualmente...
E serve as vezes para nos fazer abrir a pestana.
Beijinho

Pseudo disse...

Ainda bem que hoje não é ontem!

Mais bem-disposta?

Utena disse...

Pseudo,

Olá e bem vinda...
O dia foi ontem mesmo mas olha que o de hoje?
Ui...
Isto passa... espero