quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Combat 50


Quem já me segue há algum tempo sabe que eu sou a maluquinha do Combat.
Hoje foram os lançamentos do Combat nº 50 e pode-se descrever em duas palavras… está BRU-TAL!
As coreografias estão simples mas intensas, as músicas antigas mas remisturadas de forma brilhante. Atinge-se os limites e passa-se a zona de conforto sem sequer darmos por ela, porque a simplicidade do treino permite que se dê de nós mais e mais.
E olhem que com alguns intervalos, já pratico esta modalidade vai para 10 anos e nunca consegui gostar de todas as faixas da 1 a 10 sem excepção e este não há uma que não me encha as medidas.
Saí exausta… suada… ofegante… dorida e com um sorriso de orelha a orelha. Porque melhor que fazer uma aula que nos limpa a mente e refresca o espírito é faze-la com uma companheira de loucuras… risadas e cumplicidades. Que sabe apenas com um olhar que musculo nos dói naquela altura… ou que parvoíce nos passou pela cabeça naquele momento… e que conseguimos saber exactamente o mesmo em relação a ela.
Mais ainda quando essa cumplicidade já se estendeu também ao professor que está a dar a aula... que deixou de se amedrontar comigo e finalmente passou a divertir-se nas aulas. O puto faz-se sem dúvida.
Agora vou ficar aqui… sossegadita no sofá que me dói tudo até as pestanas… e deixo-vos com um cheirinho desta modalidade pode ser que vos abra o apetite…
Namasté… 
PS: Agora lembrei-me que sexta tenho 30 minutos de Combat e 30 minutos de Pump... coreografias novas nos dois... professores loucos nos dois... tenho a impressão que no sábado ganhei um andar novo... desconfio... ui se desconfio que sim!
=) 

7 comentários:

FireHead disse...

Não, não me abriu o apetite. :P

Sabes muito bem que essa não é a minha onda porque são movimentos bastante simples e denunciados. Mas já agora, Body Combat e Gym Fighting são a mesma coisa? Essa modalidade tem bastante aceitação e adesão por parte do mulherio; é impressionante.

Nós no Kenpo, tal como no Karate, também temos essa cena assim dos movimentos sincronizados com a malta. É o "xadrez". Sem a música para dançar, claro, se bem que no dojo da Póvoa o sensei gosta de ter a aparelhagem a tocar uma música relaxante...

Martini Bianco disse...

Nunca pratiquei Combat mas julgo que deva ser muito interessante para além do seu efeito anti-stress, mas para já continuo no cardio.

Bjs

Utena disse...

Fire,

Uma nada tem a ver com a outra.
Combat é a mistura de artes marciais coreografo.
E sim tem adesão de algumas mulheres mas também de homens.

Beijos

Utena disse...

Martini,

É sim uma libertação para a mente.
E se estás em cardio é um óptimo complemento.
Experimenta.

Bjo

FireHead disse...

Pelo menos uma coisa é certa: é excelente para as pessoas no fim de um dia estafante de trabalho. Sabe que nem ginjas. :)

Utena disse...

Fire,

Nem tu imaginas.
As vezes até lavar as cabeça me custa... mas fico nova
=)

Lu! disse...

Eu adoro fazer a aula de Combat e digo-te que o Combay 50 está mesmo mesmo B R U T A L :)