segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Ando...

Ando cansada de ser forte, de lutar… de sorrir sem ter vontade e dizer:
“Isto não é nada que não esteja habituada… passa!”…
Não passa… é tanto!
Apetece-me tirar a espada… soltar a armadura e vestir o meu corpo com um vestido branco de seda transparente… que me envolva… me arrepie… preencha cada contorno, cada curva… cada nódoa negra… e deixe subtilmente realçar a mulher que sou debaixo da capa de durona inabalável.
Maldita sina, a de ser guerreira, a forte do grupo… a cabra de serviço.
Preciso de parar por uns segundos, de me reencontrar… de me deitar numa cama feita pela natureza, enquanto ouço o som dos animais nocturnos, também eles temidos e incompreendidos… de sentir o meu corpo ser inundado pelo cheiro das flores que se dão durante a noite, que se libertam quando as primeiras horas negras aparecem… com o seu perfume inebriante e único… deixar-me estar… incógnita do mundo enquanto absorvo o poder que o céu estrelado nos dá!
Quero com a força que tem, quem sabe que merece, alguém que me faça feliz… que me complete… que me toque no corpo e me preencha a alma… que me dê desejo de ser mulher, companheira, amante, amiga… preciso de alguém que não me queira como mãe!
F@da-se a sério a quem me conhece eu apenas posso perguntar tenho aspecto de ser “usada” apenas para mãe? Para estender a mão e passar a mão pela cabeça…
Acarinhando?
Confortando?
Eu? Que me dá nos nervos esse tipo de comportamento? A quem enerva a inércia… os pobres coitados… ou perseguidos pelo destino?
Não! Não quero cama por melhor que ela seja… e eu sei ser óptima nela… acreditem… não estou a ser hipócrita ou modesta… sei ser porque conheço o meu corpo e como reage… sei ser porque sei como fazer reagir o do parceiro… porque me entrego… porque me dou a 100%... porque não me entrego a falsos tabus, a dogmas idiotas! Sei levar a loucura… a deixar quase cair ao precipício apenas para trazer de volta…para tornar a deixar ir na direcção dele… mas sou mais que isso… sou uma óptima companhia, alguém que te absorve apenas por olhar, alguém que te faz viajar numa conversa… alguém que pode apenas ficar parada a beira-mar em silencio porque precisamos apenas de estar um pouco na companhia um do outro!
Quero e tenho direito a ter alguém que queira o pacote completo, as fúrias sem sentido… os ataques de justiceira sem aviso, as gargalhadas em momentos tristes… que me dê mimo mesmo correndo o risco de levar uma dentada porque sou teimosa demais para assumir que preciso… que o quero!
Quero alguém que venha a mim com a certeza do que quer e o assuma… porque no fundo os contos de fada só o são, porque terminam na parte do “E foram felizes para sempre”, mas eu quero a minha história contada com os maus… os bons e os momentos assim-assim… mais não quero o príncipe nem o vilão… quero a personagem que ninguém da conta, mas que nas cenas que aparece sabemos que vai ter falhas, vai cometer erros… mas que vai estar ali do lado… mão na mão…olho no olho para o que for preciso… que vai ser nosso… que somos dele… com tudo o que dai posso advir!
Será assim pedir tanto?
Esta noite vou deixar de lado a dureza… e vou castigar o corpo tanto quanto sinto magoada a alma… vou treinar até deixar de sentir os músculos… até o suor se misturar com a magoa… amanha visto de novo a armadura brilhante e enfrento o mundo!
Preciso de uma pausa!
Chamemos-lhe o meu momento Kit Kat!
A Utena de sempre volta com o raiar do dia!
Aquele a quem já uma vez disseram a ti nada te magoa… tu aguentas tudo…
E aguento… isto tudo e mais um pouco… só preciso mesmo é que me deixem respirar por um momento… porque eu ando… mas ando tão fora de mim que me estou a tornar um perigo publico!

12 comentários:

Nokas disse...

Tens que dar um desconto a ti própria...

Utena disse...

Antes de tudo Nokas tenho de aprender a fazer isso... um dia de cada vez :)

M. disse...

Continuo a não ver qual é o teu problema:)

Este texto...Uí...Que mixt de sentimentos...

Uí Uí:)

Salvador disse...

Um bom dia, Utena ))

A lutadora já teve o seu descanso? Toca a sineta e começa um novo round, a lutar sem conjugar o verbo desistir...))

Utena disse...

M.

Um dia conto-te uma parte dele mas de uma forma mais intima menos exposta ;)
Quanto ao mixt? Essa sou eu... quem me compreende não me conhece... quem me conhece não me compreende.

Utena disse...

Bom dia Salvador,

A lutadora esta de volta... para mais um round e um novo knot out.
Beijinhos

Mega disse...

Existe quem te conheça e te compreenda.
Mas isso não passa de um detalhe.
E eu sei o que te faz falta.
Mimo sincero e desinteressado apenas por ti sem querer aproveitar nada de ti tal como tu apenas queres dar e desfrutar o mimo sem em mais nada pensares.
E mais não digo porque tu sabes que eu sei..
Beijos sinceros

Utena disse...

Ter a capacidade de me conhecer é saber que eu dou sempre mais que aquilo que peço para receber... mas isso Mega tu também já sabes.
beijos azuis

Mega disse...

Não está em questão o pedir para receber.
Num verdadeiro dar e receber não se pede.
Dá-se e recebe-se.
E diria mesmo mais precisas de um algo em que recebas mais do que deres pois tenho a certeza absoluta que te iria fazer maravilhas para repores a tua energia.
Beijos conhecedores

Utena disse...

Sim... a dádiva do dar faz maravilhas com a reposição da energia... mais equilibra.
Mas algo que em nada é desconhecido para ti.
beijos sorridentes

ROSINHA disse...

Deixando de lado a delicadeza e o medo de ser excessiva com a linguagem,digo-te do que precisas...De um Homem!Mas há tão poucos que o saibam ser e capazes de te merecer...Lá está o arcaboiço que é preciso ter e ser...Tu que és o menu completo!Tu que mereces o que precisas e não tens,isso é de bradar aos céus!
Beijinhos aparentemente fortes*

Utena disse...

Rosinha,

Obrigada... nada mais sei o que diga