terça-feira, 15 de março de 2011

Até Pinóquio tem vergonha

Ouvimos dizer que um dia a corda parte, que as manifestações iriam ser o começo, paralisa as transportadoras, barram-se estradas e auto-estradas … ferem-se inocentes e para quê?
O Sr. do poleiro… aquele que é considerado um dos mais bem vestidos da Europa… o que vai tirar do pódio o maior mentiroso de todos os tempos… conhecido por Pinóquio, continua no alto da sua prepotente impunidade… da sua farsa tão bem implementada na sua mente que até nos faz sentir pena das pressupostas perseguições de que é alvo.
Confesso que ontem quando ouvi que o Sr. (desculpem mas recuso-me até a escrever o nome de tamanha criatura), se iria dirigir ao país pensei que pelo menos ontem iria colocar uma capa de humildade… baixar a merda dos c@rnos e dirigir-se com respeito a um país e aos seus habitantes que tal como o colocaram lá também têm a capacidade para o tirar de lá, basta para isso que deixem de ser cordeiros e passem a agir como donos do seu destino.
Mas não, levamos durante quase meia hora, com o discurso recorrente:
“Eu sou um desgraço de um perseguido, porque querem uma crise politica, porque eu estou a fazer o melhor pelo país e pelos portugueses. Recuso-me a pedir ajuda para resolver os nossos problemas!”
Peneirando o monólogo esteve sempre em círculos nestas palavras… monólogo sim pois mesmo quando passou as perguntas dos jornalistas, não houve uma que tivesse sido respondida… e no meio disto lá fez ele milhares de idiotas outra vez.
Aos representantes da imprensa, que são uma autêntica bosta pois são incapazes de fazer o seu trabalho com brio e isenção, os políticos da oposição que ouviram paparam e nada fazem pois o que querem é poleiro e não podem sair muito da casca e a nós que estivemos em pleno horário nobre a mamar com esta fantochada que não lembra nem ao diabo.
As perguntas que deveriam ter sido colocadas e não só não o foram como não foram respondidas são:
1.       Querem criar uma crise política?
(Isso até engraçado se virmos bem quem a começou foi a própria da criatura ao achar-se senhor e dono do poder e do país)
2.       Porque não foi comunicada a decisão ao Presidente?
(Esta até foi colocada, mas não respondida e o jornalista como bom profissional que é deixou por isso mesmo!)
3.       O que vai ser feito para reduzir despesas que não prejudique a população? Que vão vocês fazer para ajudar o país a sair da crise sem irem aos bolsos dos mesmos mas apertando o vosso próprio cinto?
Não são porque continuamos a ser pacíficos e a “levar no cú” todos os dias, e não só não fazemos algo a sério para evitar e resolver isso, como nos metemos em manifestações pacíficas e bloqueios amenos… para isso mais vale a pena irem buscar a vaselina pelo menos assim não custa nada.
 Quanto tempo, vamos ter de aguentar digam-me lá:
·         O fecho das escolas,
·         O fecho das urgências,
·         O congelamento das pensões,
·         O aumento dos impostos.
Vamos continuar a querer resolver as coisas a bem? A deixar que isto se torne num país de chupistas?
Eles continuam a encher os bolsos com ordenados milionários e ajudas de custo surrealistas… quando saem de lá têm tachos para os manter no mesmo nível chulista de vida!
Por isso este medo do FMI, de não quererem que outros resolvam os nossos problemas, mas se não os conseguimos resolver é vergonha pedir ajuda a quem o sabe? Portugal não quer pedir ajuda, mas então que merda é que andam a fazer a pedir empréstimos dia sim dia sim?
Faz falta as gentes de antigamente. Dos tempos onde fazer greve não era um direito… Onde a união não era utopia!
Ouvi dizer um dia:
“È na rua que se consegue as coisas”, concordo é mas para isso é preciso que quem vá para a rua vá com vontade de mudar as coisas, de fazer algo. Sem apelo nem agravo, sem mais que disse e menos que faça! Sair a rua para o que for com as consequências que tiver de ser e apenas regressar a casa quando as coisas tiverem resolvidas para o bem de todos e não apenas de alguns.
Depois de ter ouvido o que ouvi ontem daquele que supostamente é o representante deste país depois de ter suspirado 2 vezes para amainar os meus ânimos o que pensei foi:
“Sem dúvida… ao pé deste verme o Pinóquio era um menino!”

14 comentários:

Nokas disse...

E ainda há quem acredite nele...como, não sei!!

Ana disse...

Ahahahahah!
"... ao pé deste verme o Pinóquio era um menino": perfeito, sis!

M. disse...

Pelo Pinóquio verdadeiro...lol, tenho até simpatia.

Este é feito de outra madeira. Mais plástica.

Panfletário o teu texto!!! Temos revolução?

Mas uma coisa o homem tem: espírito de sobrevivênia. Nisso é esperto. Haverá eleições quando ele assim o desejar...E o Coelho foi apanhado na armadilha...

O mais aflitivo é que não vejo alternativas...É isso que mais me preocupa...

Utena disse...

Nokas,

Posso justificar com o facto das pessoas votarem no partido e não nos seus lideres só assim entendo.
Enfim...

Utena disse...

Sis,
Estava a tentar controlar a lingua... vá até fui soft :))

Utena disse...

M.
De burro o Ken (alusão a matéria plastificada) nada tem, sabe bem como manubrar as coisas a seu bel-prazer.
Se temos revolução eu sou a favor de revoluções mas daquelas a sério sem os cravos, por isso pode ser que sim.
Alternativas há sempre... mais ou menos radicais

TERESA SANTOS disse...

Somos (eramos) um povo estranho, capazes do pior e do melhor.
E agora?
Em que nos tornámos?
Vermes?
Amorfos?
Gente sem garra e sem força?
Estou a ouvir o dito em fundo. Não tenho o direito de impor a minha vontade e desligar a televisão, não estou sózinha!
Não percebo o que diz, nem quero. A surdina daquela voz é mais do que suficiente para me irritar.
Mas, sinto que a corda está por um fio!...
Até o limite tem limites!
Beijinho.

Coisas de Feltro disse...

Realmente Utena. Alguém que pare este inimigo do povo português!

Utena disse...

Teresa,
É assustador o quanto brandos nos tornamos... atiram-nos um osso e achamos que é um belo bife do lombo...
Sim o limite tem limites mas para quando...
Beijinho

Utena disse...

Coisas de Feltro,
Aqui ocorre-me dizer que dormimos com o inimigo pois muitos dos que reclamam foi quem o lá colocou...
Sim há que travar a bem ou a mal

Tilida5ever Design-ROSINHA disse...

Tu és uma máquina,escreves sobre qualquer assunto e sempre bem...
Quem votou no gajo que se pronuncie!

Utena disse...

Tilida,
Deixo sair o que sinto... corre bem felizmente!
Acho que o segredo esta em não forçar...
Mas obrigada. Por leres. Por gostares e por comentares!

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Só tenho uma coisa a dizer: Já não o posso ouvir :P

Utena disse...

Especialmente,
Nem ver... nem sentir...nem imaginar.
O homem é um cancro