sexta-feira, 25 de março de 2011

Conversa surreal

Conhecem a famosa frase, “explica-me lá isso como se eu tivesse 5 anos”?
Eu utilizo-a, mais do que gostaria confesso, bastantes vezes! Mas de uma forma irónica, pois cada dia que passa me capacito mais que perdemos o dom da argumentação.
De contra argumentar e de expor as nossas ideais e planos.
Mas mais que me deixar com os nervos a flor da pele a burrice e a incapacidade de expor factos, o que me põe em ponto de rebuçado são os engraçadinhos dos tempos que correm…
Meninos e meninas, maioritariamente saídos das escolas e cursos que abundam por este país como os técnico-profissionais e os das novas oportunidades.
A verdade é que tenho um grave defeito, não tenho paciência para gente medíocre, que se tem acima dos outros e que nos passa um atestado de incompetência…
E irrita-me sobre maneira os que no meio de cada frase acrescentam o famoso: “Está a entender o que quero dizer?” ou melhor ainda como já me aconteceu: “Repita o que disse a ver se compreendeu o que lhe disse!”
E o que mais me enerva nisto tudo é que infelizmente só apanho dessas abéculas pelo telefone pois garantidamente que se estivessem frente-a-frente comigo, não iriam com toda certeza esticar a corda como o fazem na protecção de uma linha telefónica.
Liguei hoje para uma linha de atendimento telefónico de uma conhecida instituição bancária para activar o cartão que me enviaram para casa, após alguns minutos lá me atendeu o moço do outro lado:
Telefonista: Boa tarde fala XPTO? Como posso ajudar?
Utena: Boa tarde, estou a ligar para proceder a activação do meu cartão que me enviaram via ctt.
T: Não tem acesso a Internet para o fazer?
U: Não me interessa ter acesso a uma conta que não movimento, por isso não, nem vale a pena. Quero apenas activar o cartão sff.
T: Mas sabe que não paga nada e que pode fazer estas coisas todas pela internet? E não é complicado pois lá ensina todos os passos, se quiser fazemos já isso e assim já não tem de ligar para mim.
(Escusado será dizer que neste altura já bufava e me coçava por todos os lados, com a conversa surreal do moço)
U: Ouça eu não estou a ligar para ter acesso a internet, estou a ligar para activar o cartão apenas isso. Pode fazer o que lhe estou a pedir ou é difícil seguir os passos?
T: Mas se é grátis! Só tem…
(Interrompi já com um sonoro suspiro)
U: Vamos lá ver se nos entendemos ok? Até pode oferecer uma assinatura mensal da revista “Internet para totós” que eu não me interessa para nada. Active o cartão apenas.
T: Ok a Senhora é que sabe, estou apenas aqui a tentar facilitar a sua vida, mas pronto. Então preste atenção ao que lhe vou dizer…
U: Desculpe?!
T: Sim preste atenção, vou pedir dados seus e da conta se, se enganar em algum deles já não lhe posso activar o cartão... aliás é por isso que lhe estava a dizer para ir a net, pois assim pode cometer os erros que quiser (isto já em surdina)
U: Eu não estou a acreditar nisto… desculpe lá mas activa o cartão ou tenho de meter algum requerimento?
T: Estou cá para isso mesmo ou não? Vá vamos lá e com atenção nas respostas.
Preciso antes de mais do seu nome, blá blá wiskas saquetas….
(muitas perguntas depois sem eu puder responder sem interromper o discurso ao moço)
Então prestou atenção? Lembre-se que se houver enganos não posso activar o cartão! E lembro que ainda está a tempo de activar a internet! Proceda as respostas por favor
U: Fazemos assim, e agora preste o Sr. por favor atenção:
1.       Enfio os pedidos de atenção nos buracos de cima entre esse saco de ar que deve ser a sua cabeça!
2.       No buraco do meio os dados que me pediu sem eu ter tempo de responder!
3.       No buraco que mais desejar a activação da Internet
4.       Quanto a activação do cartão eu vou ao balcão fazer isso que já não o posso ouvir!
T: A Senhora tem noção que a conversa esta a ser gravada?
U: Tenho e sabe o que é o melhor disso? Pode ouvir as vezes que quiser e assim já não se engana no sítio a enfiar. Agradeço a sua atenção! Bom fim-de-semana
T: Se não podemos ajudar em mais nada…

Desliguei não fosse o moço se lembrar de me falar outra vez na bendita activação da Internet que era grátis!
Isto não há literalmente cú que aguente!
Eu bem tento manter o equilíbrio mas juro que as vezes penso que no meio disto devo andar equilibrada no meio do desequilíbrio dos outros…

12 comentários:

Coisas de Feltro disse...

Estas linhas de apoio ao cliente hoje em dia são do pior. Miúdos contratados a termo certo, estão lá de passagem, é erro atrás de erro... Sei bem do que falo!

Utena disse...

Eu só pensava isto não me esta a acontecer lol
Beijinho

ROSINHA (tilida5ever design) disse...

Pensei que fosse "explica-me como se eu fosse muito burra"...BJUS*

Utena disse...

Também conheço verdade mas uso mais a de cima ...
Bjus

Superman disse...

Olá Utena

Vim retribuir o comentário que destes em meu blog e fique sabendo que gostei do seu blog, achei muito interessante.

Sobre o seu texto, eu estou do seu lado, infelizmente esses atendentes não estão preparados para lidar com clientes, eles mal saem das fraldas e acham que são "deuses", que sabem de tudo e que possuem a razão absoluta sem permitir - lhes questionar, é foda isso.

Estou a seguir seu blog, em breve haverá mais comentários!^^

Beijos!
A luta continua!

Utena disse...

Olá Superman,

Obrigada pela retribuição da visita, sim é verdade eles estão lá em sem formação.
Volte sempre
Beijinhos

TERESA SANTOS disse...

Utena,

Quando me sai um desses na "rifa", nem sabes a corrida que levam!
Alguns chegam a confranger-me, tal a ignorância que mostram. Ignorância que acaba por ser (acabará?) também da culpa do próprio. Ele tem uma cabecinha, logo...
Mas sabes?
Interrogo-me muita vez sobre a """formação""" que é dada a estes tristes.
Nunca me esqueço que quem está na base de um qualquer lugar tem um "responsável", que por sus vez está subordinado a outro, etc., etc.
A culpa desse desatino, na realidade, deve-se a quem?!
Sou implacável com o topo (o que nem sempre me facilita a vida) e um pouco mais tolerante com as bases.
Se eu te contasse directivas dadas por um superior hierarquico (responsável?) atiravas-te para o chão a rir.
Pois! Só que eu não acho graça nenhuma!
Em sintese, e voltando ao teu eficaz operador, o pobre deve ter feito uma romaria em acção de graças por não ter mais buracos!...
Beijinho.

Utena disse...

Teresa,
A verdade é que para se ser chefe é preciso ter-se vocação e maior parte deles não sabe nem conhece o trabalho do subordinado!
Formação não hé nem existe embora seja obrigatoria... énfim é o que temos...
Beijinhos

Nokas disse...

Estiveste muito bem :)

Utena disse...

Nokas,
O que tive eu de me controlar
:)
Beijinhos

Isabell Culen disse...

Eu teria perguntado:" Já que a conversa está a ser gravada pode enviar-me uma cópia para por no youtube?! Para que todos os meus amigos e os seus possam gozar com a sua cara?!"

Utena disse...

Isabell,
Não me lembrei disso mas olha que era muito bem pensado sim senhora.
:D
Beijinho