quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Depois queixem-se

Um amigo meu disse-me um dia que eu devia ser a pessoa com menor capacidade para lidar com a burrice que ele conhecia, na altura ainda contra-argumentei que não, que era exagero mas agora já entrada nos "intas" que penso ser a idade que mais se apruma o feitio começo a achar que ele tem razão.
Não me considero o supra-sumo da inteligência, muito menos sou daquelas que acha que tem sempre razão ou pior ainda que não têm dúvidas e que raramente se engana. Confesso que junto com a burrice, a arrogância idiota é das coisas que mais me faz ferver o "pipo".
Tento (e repito aqui a palavra tento) ser o mais simpática possível para toda a gente, mas parece que ultimamente andamos com os nervos a flor da pele e que por isso mesmo uma pequena faisca desencadeia um fogo e como eu ando (parece que estou em TPM sucessivo) seria um fogo de tamanhos incontroláveis.
Não é novidade também que aqui a Utena Maria não morre de amores pelas instituições bancárias e seus respectivos associados (AKA trabalhadores) e peço desde de já desculpas se ferir por aqui alguém com aquilo que vou escrever, mas a verdade é que deve haver um requisito qualquer que faz com que aquela gente olhe para nós com um ar que subentendidamente nos faz sentir feios, porcos e maus.
Hoje pela manhã resolvi ir fechar uma conta que tinha num banco, banco esse que quando abri lá a conta só não me deu o rabo para meu bel prazer porque não é sinceramente algo que me desperte o libido, alguns anos depois, muita chatice e algumas discussões lá consegui eu angariar as condições ideais para deixar (finalmente) deixar de trabalhar com eles.
Cheguei com o meu melhor sorriso 35 ao balcão, para ser atendida por uma menina sorridente que perdeu logo o anuncio à pepsodente quando lhe disse que ia fechar a conta.
Ai quer fechar? (Nem porque? Nem o que aconteceu? Nem quer pensar melhor? Nada!), atacou logo com esta frase deliciosa:
Quer fechar vá lá fora ao MB e transfira 0.06€!
Desculpe? (Digo eu claro) transfiro? Ignore isso e feche na mesma.
Não! Vá transferir o dinheiro!
E lá foi a Utena Maria a remoer transferir os 0.06€ de uma conta para a outra para ser atendida por outra colega que me pergunta:
Cheques têm?
Não!
Pois mas têm aqui cheques activos desde de 2002 pelo que os tem de trazer para serem desactivados!
Ah? (aqui confesso que já me estava a passar) Mas vocês têm cheques activos à 10 anos? Eu sei lá disso!
Pois mas têm e se não os têm devia os ter entregue aqui no balcão porque é obrigatório (não sabia digo-vos já que assim o era por isso aconselho a quem quiser fechar uma conta os levar, mesmo os que tiverem sido roídos pelos ratos senão vão pagar e não bufam)
Pois sendo assim vai pagar aqui uma taxa de 8,49€ isso se quer fechar a conta!
Aqui confesso que me deu para rir (o que não é bom sinal) e respondi olhe já que era  para isso a sua "competente" colega escusava de me "escorraçar" para o MB para transferir 0.06€ eu depositava 8,43€ não lhe parece? Mas afinal o que se passa com vocês? Anda tudo obstipado? É que se for preciso puxar dos galões aqui dentro para ser tratada como deve de ser puxo!
Surreal verdade?
E eu pergunto-me depois queixam-se?
Uma funcionária que me diz que o sistema não esta preparado para ver cheques cuja data ultrapassa os 10 anos e cuja mesma data pode ser muitas vezes rasurada por "profissionais"?!
Queixam-se do quê?
Dos créditos mal parados muitas vezes oferecidos por eles até a exaustão?
Ou dos cheques a descoberto?
Com este tipo de merda de serviço?
O engraçado é que nunca ouvi falar de prejuízo nas instituições apenas de redução de lucros...em tempo de crise? Porque será?
Já agora que falamos em crise?
Um aparte, estou a pedir funcionária aqui para a loja para ter umas horinhas de descanso, querem saber o rescaldo?
Quantos CV me entregaram?
Quantas pessoas desesperadas por emprego me vieram aqui pedir por ele?
Quantas famílias em crise, com crédito mal parado que precisam de trabalhar para ter alguma maneira de ajudar a casa?
ZERO.
Querem  apostar quanto como vamos continuar assim e mudando com o que vou levar é com emigrantes, nada contra!
E depois queixem-se!
Que eu conto-vos a história da carochinha conto!


20 comentários:

Black Angel disse...

Não ME queixo ruivinha..é o país que temos..:(

Mas olha lá..podes contar a historinha na mesma ok? :)

Beijos docinhos para TE acalmares

Utena disse...

Black,

Eu sei isso querida mas já cansa este chove não molha e esta aceitação idiota.

Beijo

Anónimo disse...

Xiii, estórias dessas de bancos é o que mais há... um dia trocamos cromos, loool!
Quanto à empregada para a loja.... pois e depois dizem que não há trabalho.... enfim... pudesse eu ter um part-time :)
beijinhos,
OlgaM

Sharky JP disse...

Haja paciência, dass.
Bjs

AC disse...

Bancos são aqueles que te oferecem um guarda chuva quando faz sol, e to pedem assim que começa a chover a cantaros... já ouvi esta definição actualissima em qualquer lado.

Beijo enorme, para que o temporal por aí passe.

MisterCharmoso disse...

Fogo, mulher tudo te acontece

JP disse...

Até parece Utena, que não sabes o que são bancos! Já sofri o mesmo. Aliás, hoje até utilizo essa "chantagem" de fechar a conta quando me tratam de determinada forma. Mas tratam e têm sempre razão ou arranjam-na!
É o país que temos.....

Beijinjo

Eolo disse...

Onde é que publicitaste o emprego, só na porta da loja?

TERESA SANTOS disse...

Ui, Utena Maria, até eu fiquei a "soprar"!

Por favor, não me fales em instituições bancárias, "banquinhos", o que se queira.

A minha "odisseia" tem sido outra, o que torna as coisas ainda mais engraçadas. É que se trata de ABERTURA de conta, com transferência de outra entidade bancária, o que supostamente seria facílimo. Pois, mas não é!

Não vou contar a "história" toda, nem interessa. Interessa, isso sim, salientar a "competência" elevadíssima dos funcionários (vários) que me têm atendido.
Será que não lhes é dada formação? Mesmo que seja assim, há uma coisa que todos, mas todos deveriam ter: educação e sentido da responsabilidade.

Ai, vou-me embora! Não há paciência!

Quanto ao número de candidatos que responderam à tua oferta de emprego?
Amiga, esse é outro "fenómeno" que dá muito que pensar!!!!!!

Beijinho.

Olívia Palito disse...

Se essa situação do banco acontecesse comigo, da forma que relataste, a coisa ia ficar muito feia. Mesmo muito. Tanta arrogância e incompetência, meu Deus... Lamentável, Utena. Absolutamente lamentável.

Beijinho grande, minha querida.

Utena disse...

Olga,

Desconfio que enchíamos cadernetas.
Estivesses tu mais perto e nem pensava duas vezes.

Beijo

Utena disse...

Sharky,

Muita mesmo

Beijo

Utena disse...

AC,

E essa expressão diz tudo.

Beijinhos

Utena disse...

Mister,

Menos ganhar no Euro Milhões.

Beijo

Utena disse...

JP,

Cabe a nós mudar esta tacanhez de comportamento.
O problema é que na maior parte das vezes "aceitamos para não nos chatearmos"

Beijo

Utena disse...

Eolo,

Onde costumo publicitar sempre.
Na loja já que a mim me poupa logo a primeira selecção.

Utena disse...

Teresa,

Pudesse eu viver sem eles e era na hora, aliás pondero sinceramente se um dia ganhar o euro milhões guardar o dinheiro debaixo do colchão.
O restante?
É o que temos no país de crise... mas de crise na falta de vergonha na cara

Beijo

Utena disse...

Olívia,

Eles acham que são os donos do mundo.
Eu faço questão de lhes mostrar que não.

Beijo

Álvaro Lins disse...

Tem calma Utena, olha o coração:)!
Por acaso ignoras que o dono é o capital!
Um bjo e desta vez fico a fazer-te companhia!

Utena disse...

Álvaro,

Só por isso, só por ficares já fico mais contente.
Não fico conformada mas fico mais feliz serve?

Beijo